Wednesday, October 10, 2007

Falando em marketing

Escrevi esse artigo para a revista Consumidor Cristão, edição especial da Expo Cristã. Para quem não sabe, essa é uma publicação direcionada a lojistas, então o assunto é voltado para eles.

Demorei um pouquinho para postá-lo, mas aí vai!

_______________________________________________________
CRIE ADVOGADOS!
Transforme o seu cliente no seu maior defensor
Por Iana Coimbra


Sim, o nome é estranho e a tarefa não é fácil. Mas é essa a sugestão: crie advogados! Mas calma, o profissional aqui citado não é aquele que vai à frente de tribunais para representar um cliente pelo qual foi pago. Pelo contrário! O advogado a que me refiro é o seu próprio cliente, e o melhor, ele trabalha de graça para você.

Cliente não é a pessoa que adquire o seu produto ou serviço uma vez. Esse é o comprador esporádico. Para alguns tipos de negócios pode até ser interessante esse perfil, mas a maioria das empresas busca que quem comprou uma vez, repita a ação. Há uma cadeia que exemplifica isso bem. Tudo começa com o suspect, aquela pessoa que você presume se interessar pelo seu produto. Em seguida vem o prospect, que é o provável consumidor, mas que ainda não efetivou a sua compra. Quando convencido a experimentar, ele se torna um comprador esporádico. Porém ele pode ainda consumir produtos do seu concorrente. Os passos seguintes para a transformação do seu cliente em um ávido advogado é um processo de conquista, em que ao se relacionar com a marca, ele se identifica de tal forma que se torna o seu principal defensor.

Faça com que seu cliente se apaixone pela sua marca e deixe-o dizer isso. A maior prova desse fenômeno é o Orkut. Quer um exemplo? Você já experimentou o Milkshake de Ovomaltine do Bob’s? 601.002 pessoas não só experimentaram como fazem questão de propagar para potenciais compradores ao se associar à comunidade "Eu amo Milkshake de Ovomaltine do Bob’s". A quantidade de "amantes" do Ovomaltine só perde em tamanho para a "Adoradores da Coca-Cola", que tem 620.156 adeptos. Considerando que a Coca é uma marca multinacional que está presente em todos os estados brasileiros, e o Bob’s ainda caminha na distribuição dos seus produtos, é impressionante o número de participantes da comunidade do Milkshake.

Esse séquito de apaixonados são os maiores advogados e promotores das marcas de suas preferências. São os primeiros a defenderem, a consumirem e a promoverem. Um cliente satisfeito, ou melhor, um bom advogado, permanece fiel por mais tempo e naturalmente compra mais que um consumidor comum. O seu advogado é capaz de influenciar outros prospects e tem o poder de convencer até quem não gosta a dar uma nova chance. Ele é quem defenderá a sua marca quando você não está presente. Ele é mais do que um simples cliente. Ele é o seu advogado.

Conquiste-o e deixe-o trabalhar para você.

6 comments:

Edilene said...

Eu sei que não tem nada a ver eu perguntar isso pra vc pelo blog, mas não achei outro jeito de fazer essa pergunta.
Antigamente eu escutava uma radio pela Rede Super e não consigo mais achar onde eu clico p/ escutar a radio pela net.
Não existe mais ? Se existir essa radio ainda, como faço p/ escutar ?

Brigadinha

JulianoCastro said...

Eu ia comentar aqui que eu tinha lido (por falar na revista...confiram na pagina 17 nosso anúncio!!!! ) :)..achei bem legal o artigo, me fez pensar sobre o relacionamento com meu clientes...ponto pra Iana!

Bruna Souza said...

ótimo texto!

Iana, realmente você encorporou o "Fantástico Mundo de Bob".
Sua frase:"Seja bem vinda ao fantástico mundo de blogs".

Iana Coimbra: Onde qualquer semelhança, é mera coincidência.

Bjs!

Marcelão da Cris said...

Parker, a melhor parte do artigo pra mim é essa aqui: "Por Iana Coimbra"... e vc sabe pq.

I'm very proud of you! :0)

elianderson said...

e também existe a classe
"pago caro pra vestir sua marca
bem grande no meu peito" hehehe
são aquelas camisas que não tem
nada, além da marca, como um
outdoor ambulante. a diferença
é a marca não gasta nada pra
essa divulgação, pelo contrário,
ela ganha pra isso. e como ganha.

Ester Tambasco said...

ai, eu não tinha visto ess eposta antes!!!
adorei seu artigo!!!!

nós meros jornalistas escrevemos matérias. Artigo é pra gente de outro nível... assim, do seu! hehehe

Adorei, parabéns.

Agora deixa e falar uma coisa que pensei enquanto lia, especificamente sobre o orkut: eu não tô na comunidade do ovomaltine do bob's, mas tb adoro!
Pena que não dá pra participar de todas as comunidades que a gente quer, né? Por exemplo, comunidades de restaurantes e cafés legais nem sempre dá, por questão de segurança não é legal ficar contando todos os lugares que a gente frequenta. E comunidades de marcas de roupa, lojas, eu pelo menos não gosto de participar, mesmo gostando muito de várias.

beijoooo