Thursday, October 16, 2008

Não sou fã do Tommy Tenney


Eu já tentei ler 3 vezes Caçadores de Deus e outros livros dele em português. Nenhum eu consegui superar até 1/3 do conteúdo. Como assisti a uma pregação há alguns anos e gostei, então comecei a achar que o problema era com os tradutores ou comigo mesma, sei lá. Mas não desisti.

Ano passado comprei Finding Favor with the King, que é sobre Ester (ele até escreveu um romance que virou filme. Em português se chama Conquista de Reis e é fácil achar na Blockbuster). Finding favor não é o romance, mas me interessou pela abordagem. Pensei: "Agora vou gostar!". Comecei semana passada, mas não deu... e dessa vez a culpa não foi dos tradutores.

Tommy Tenney tem umas sacadas bem legais, mas definitivamente não gosto do estilo dele de escrever. Não tenho nada contra quem gosta, mas não aguento literatura repetitiva. Ainda que a idéia seja reforçar o que foi falado, acho um desperdício de espaço, e de tempo do leitor, repetir a mesma coisa trocentas vezes. E é exatamente o que ele faz! Gosto muito dele falando, mas não dá para o encarar escrevendo. Mais um livro que não vou terminar, o que é muito raro.

Será que sou a única pessoa do mundo que não gosta dos livros do Tommy Tenney?

45 comments:

Tássio Costa said...

Oi Iana...

Já ouvi testemunhos de pessoas que leram os livros de Tommy Tenney, como por exemplo Os caçadores de DEUS. E sempre me falam que esse livro é ótimo!
Até meu líder de célula SEMPRE me recomenda pra ler.

Na verdade cada um tem o seu gosto, e livro tem que ser do tipo que vocÊ mais gosta, se não nem adianta tentar ler! ahsuahsuahusahsuahsu...

Falar nisso, te recomendo um livro que é tremendo...

Estou lendo ele e se chama, Mergulhando no Espírito Compreendendo a Fé.
Do Pastor Éber Rodrigues.

Enfim, se ainda nã tiver lido eu recomendo ler.. creio que vai gostar! =D

Abraçoos!

Carolina Vilela said...

Nunca li nada dele, mas nunca compraria livros dele. Já folheei alguns que tem aqui em casa, que meu pai ganhou de cortesia de algumas editoras. Me deu preguiça. Tenho muita preguiça de abordagens "papinha pra criança". Às vezes eu acho que é o que rola com ele. Vive batendo nas mesmas teclas, coisas que todo mundo tá careca de saber.

susan soares said...

E quando não nos damos bem com o autor isso realmente acontece...
e não é nossa culpa!

issoja aconteceu comigo...
eu mesma sou um pouco detalhista ao escrever...

mas quando esse tipo de coisa se torna muito repetitiva em um livro, nossa mente tende a cansar.

Eu ainda nãoo li nenhum livro deste autor, não tive a oportunidade, se um dia tiver passo akie te digo se vc é a única ou não hehe bjokas Iana..

bjs da suh!

Ana Flávia said...

muié..tu sai com cada escritor,cada livro!!Mas acho isso bem legal....eu preciso me disciplinar a ler mais..os horizontes se abrem com a leitura.
ainda lembro do primeiro livro que li na minha vida,eu tinha seis anos.Num vou nem dizer o título do livro se não eu avacalho o comentário..rrsr...
beijos..Deus te abençoe!!
Tu tens msn?

jhom said...

nuss...
pensei q eu fosse o único a achar q ele usava o método "água mole em pedra dura", saca?
particularmente, AMO vê-lo ministrar, + qdo parte p escrita, ...
o lance dele, é o simpels fato de bater TANTO na msm tecla, p tentar um entendimento, q sinceramente, o prejudica muito...
como sou a favor da linguagem prática[lê/entender] com certeza, ele é último q pego p lê...c exceção "No Ombro do Pai", os outros, SIM, deixaram muito a desejar...
Papai se delicia lendo, e eu fico c "cara de nada" ao vê-lo devorar séries...=/
então, é isso...
Tommy Tenney?
se puder assisti-lo, RECOMENDO...
agora lê?
...

bjão moça...
DTA

Thaís said...

Eu tbm, meu esposo tem um lá em casa e eu baixei o e-book, pra fingir q tô trabalhando (qdo na verdade tava era lendo), mas não terminei nem o primeiro capítulo, e já comecei a ler mais que vc, acho que umas quatro vezes, mas tbm nunca terminei. Sei lá, acho que é isso... (meu esposo gostou)rs...

Lê said...

Oi Iana!

É bem relativo o que torna um livro bom ou não... Li recentemente uma matéria sobre biblioterapia, sabe o que é?

É a leitura de livros selecionados por especialistas de acordo com o momento que a pessoa está vivendo.

Mas confesso que prefiro correr o risco e escolher do meu jeito o livro sabe... é mais emocionante... rsrs

Bjs!

Vivi said...

Cara Iana,
Talvez eu tenha sido meio "pouco polida" em meus comentários. Minhas palavras são sempre diretas, francas e não comprometidas com bajulações. Porque pra mim, todos os homens e mulheres têm igual valor. E mais do que bajulação, todos nós merecemos HONESTIDADE.
Se me faço entender mal, me desculpe.

Ingra said...

Parece um "fenômeno" que acontece hoje em dia.Não só livros mas músicas que repetem alguns trechos e se tornam muito repetitivas.Mas, o importante é tentar extrair a essência tanto da música quanto do livro para nossa edificação.

Iana Coimbra said...

Tássio: Valeu pela dica!

Carol: Concordo com você. Mas a minha crítica é mais em relação a forma mesmo, afinal tem público para tudo, né. Só acho que ele poderia dizer a mesma coisa com a metade das páginas.

Susan: Ficamos esperando suas observações então. ;)

Ana Flávia: Ler é sempre bom, ainda que sejam livros simples.

Jhom: Boas palavras.

Thaís: Como eu disse para a Carol, tem gosto para tudo! Mas ninguém pode dizer que não tentamos, não é mesmo!

Lê: Tô com vc!

Vivi: Adoro pessoas francas, diretas e honestas. Só acho que devemos respeitar todo mundo, independente se a opinião é divergente, ou se o comentário é direcionado a mim ou a qualquer outra pessoa. Também não gosto de bajulação. Mais uma vez obrigada por passar por aqui. Beijos para vc.

Aline said...

Oiii Iana... sobre o comentario no post anterior.. eh que eu nao sei escrever bonito igual a vc..
entao eu quiz diser "Um ser Humano" ..mais num sentido tipo .. Iana Coimbra que Danca no DT. Eh Uma Pessoa "Normal" tb..nao que vc seja um ET.rsrs. mais vc entendeu neh? eu achei legal Vc ter Um Blog..
Beijos.

Taty said...

hehe
ufa achei que era só eu.
Acho que tb não fez meu estilo.
tentei umas mil vezes mas me distraio rápido, é bem de pessoa pra pessoa mesmo.

Eu tb ouvi milhares de pessoas que amaram.

só queria dizer q eu tb não consigo ler.

Rafael said...

Semdo bem franco... Nunca li e não pretendo ler XD
Não me interesso TANTO assim por livros com liturgia cristã, sempre me apego mais a ficção.
Claro, sempre há espaço para Max Lucado, mas eu ir comprar um livro sem nem saber se é bom ou não... totalmente fora de cogitação.

Ana Flávia said...

Certeza Iana...lê é muito bom mesmo...eu brinquei pq o livro tinha um título meio tosco,e eu não esqueci pq foi minha primeira leitura...Eu gosto muito de ler...mas preciso me disciplinar,administrar meu tempo para um momento assim...preciso estar bem a vontade para depois de um dia de correria pegar um livro e me sentir bem com a leitura.
E acho legal qndo vc comenta livros..por exemplo,Abusado,do Caco Barcelos,me interessei muito por esse livro,só não li ainda pq não encontrei...mas vou ler!!Agora assim,a mídia incentiva muito a leitura,mas eu,na minha opnião, axo que ainda não há muito acesso aos preços...livros são bem caros...e até mesmo usados ainda saem carinhos...mas é uma alternativa!!Brasileiro tbm é meio preguiçoso em valorizar cultura,conhecimento...melhor dizendo,acomodado.
Posso estar pensando errado,mas é o que percebo...e muita gente não se destaca pq não tem uma boa oratória...e a leitura,o exercício de ler é fundamental.

brulugo said...

Oiiiii Iana
to amando o seu blog , leio ele
desde que ele começou
mais sei lá , nunca me deus vontade de comentar nada, mais hoje resolvi escrever alguma coisa hoje
bom é o seguinte:
estou no 3º ano , moro em BH e tenho muita vontade de cursar a graduação em JORNALISMO, mais queria umas dicas e conselhos de alguém que já entende do assunto,
como por exemplo:
quais as melhores instituições, mercado de trabalho e outras coisas,
então se você poder me ajudar, eu agradeço,
haaaaa e so uma critica:
você tem que postar com mais frequência no seu blog, ele é muito bom para ficar tantos dias sem nenhum conteúdo novo, e só lembrando , isso não é uma bajulação , como tem gente que esta dizendo por aqui

Bjão

Dê said...

ja assisti o filme conquista de reis duas vezes rsrsr
é gostei dele e vc...?
nuss iana ...gostei do escreva e seja feliz
auhauhauh
vou tentar seguir esse conselho pois até para escrever eu sou un tanto limitada...;( rs
e então não vai me adiciona no msn?
beijooo

Rodrigo said...

Eu cortei relações com livros de pregações. Não perco meu tempo e nem pago por algo que posso aprender de graça no púlpito ou lendo a bíblia (principalmente lendo a bíblia). É claro que isso é apenas a minha opinião, afinal cada um tem o seu gosto. Este tipo de livro definitivamente não agrada ao meu. Gosto mais de literatura...

Nada muda enquanto EU não mudar said...

Eu tenho um livro dele "esperimentando sua presença" achei bom os assuntos abordados, mas já percebi que ele é muito repetitivo.
Indico pra vc "Um recado para ganhadores de Almas" é o que eu estou lendo e achei muito bom.
Abraços

Pri C. Figueira said...

Olá!

Li dois livros do Tommy Tenney e gostei principalmente pela mensagem que ele passa. No caso, do livro “Os Caçadores de Deus” vejo que falta muito disso em nós cristãos, o desejo ardente por mais de Deus!
Mas concordo, o livro acaba se tornando repetitivo e apesar dele não ser meu autor preferido, vale a pena a leitura pela mensagem que nos é passada (digo isso por mim!)!!

Bjus

|________Uerlle| || || |___| said...

Literatura repetitiva é cruel.
Você sempre fica se perguntando:"Uai mas ele já num falou sobre isso,só que de outra forma?"

Nunca li nenhum livro desse cara ai não,e se a forma que ele escreve for a mesma da qual você relatou num quero ler não! hehe!
Mas vou tentar ler pra ter minha própria empressão!

Bjos!

Iana Coimbra said...

Pessoal, obrigada por fomentarem uma discussão tão bacana aqui. Realmente fiquei aliviada!

Ingra: Quando vc comentou eu já estava escrevendo a resposta do primeiro grupo, por isso a sua ficou de fora. Seu comentário foi muito legal. Também acho que tem umas músicas "nada a ver", mas tem gosto para tudo, né O importante é cada um ter a sua opinião e não se deixar levar pelos modismos.

Aline: Eu entendi, só quis brincar um pouquinho com a sua observação. ;)

Taty: Bem vinda ao time!

Rafael: Acho que é sempre bom termos equilíbrio na vida. Existem literaturas cristãs excelentes, com insights muito bons. Vale a pena ler algumas coisas. É claro que a Bíblia é o fundamento, mas alguns autores nos ajudam a ver a coisa por outro ângulo. Eu gosto do Lucado, porém já li coisas dele que também não gostei. Mas sou completamente viciada em livros e compro mesmo! Beijão.

Paulo Victor: O blogspot não permite edição de comentários, então o seu foi na íntegra! rs. Mas apesar da discussão ser boa, vamos por um ponto final nesse ringue, ok? Valeu por comentar novamente.

Ana Flávia: A leitura tem infinitos benefícios. Ajuda a praticar a interpretação de texto, amplia o vocabulário e o conhecimento. Livros são caros mesmo, mas para isso existe a biblioteca pública. Vc já foi passear na da sua cidade? Fica aqui a dica. Beijos.

Brulugo: Essa é uma pergunta tensa. Sinceramente, o mercado de trabalho é péssimo! Tenho amigos incríveis, excelentes profissionais, que estão desempregados. Eu mesma não atuo exatamente como jornalista, na essência da profissão. Eu gostei muito do UNI-BH, apesar de ter sentido falta de muita coisa no curso. O jornalismo tem muito glamour visto de fora, mas a realidade é bem dura. Às vezes brinco com meus colegas que essa é uma profissão de miserável, porque os salários no geral são muito baixos. Mas o meu conselho principal é: ORE. Se você ouvir a Deus, você não vai errar e Ele vai te conduzir para a profissão certa. Grande abraço e escreva sempre.

Dê: Assisti umas três, com pessoas diferentes. Eu até gostei, porque sou mais tolerante com filmes cristãos, mas não "agradei" de alguns atores e achei que o filme pecou em muita coisa. Mas já é um bom sinal para a indústria cinematográfica cristã. Sobre o msn, eu só o utilizo no trabalho.

Rodrigo: Então, como eu disse, a palavra da vez é bom senso. Tem autores cristãos incríveis e assuntos bem legais. Tem caras que você lê e logo você pensa: Como eu nunca pensei nisso? Então é bom ver outro ponto de vista. Isso gera aprendizado, sabe. Eu leio de tudo. Até o que eu não gosto eu me esforço, porque sempre há algo para se aprender. Grande abraço e valeu por comentar.

Land of Marcelo said...

Dois!!!! Preguiça extrema... da forma e do conteúdo.

jhom said...

só p indicar msm...
com certeza vc já deve ter lido "A oração de Jabez" do Bruce Wilkinson...já li, amei, taanto q estou lendo novamente...o lance Visão, Missão, Valores que ele passa, é simplesmente fantástico...
sempre que posso, dou uma passada em 1 capítulo...outro que estou lendo, está me deixando "meio chocado" é "Destino Final" do Daniel A. Brown, esse lance de últimos dias, arrebatamento, recompensas no céu...p d+ questionador em "Ns" aspectos...
só ELE sabe, né msm?
então é isso...
se já leu, bem...
se ñ, é uma excelente pedida[pelo menos p mim =p]

DTA...

Jaque said...

Ainda não li um livro sequer dele. Muitos falam e recomendam Caçadores de Deus, então, não posso opinar.
Mas recomendo Morra e Mude do escritor Paulo Angelim. Ele é cristão e faz uma abordagem interessante para a nossa vida como um todo (casa, trabalho, faculdade, igreja).
Esse eu recomendo!

Rorigo said...

Concordo que generalizei um pouco, já li um livro chamado Campo de Batalha da Mente da Joyce Meyer que é muito bom. Eu não sei, eu acho que é o momento, não quero dizer que eu nunca vou ler um, mas agora não tenho muito interesse. Saca?

Estou lendo a série Deixados Para Trás, já leu? Apesar dos autores serem bem exagerados em alguns momentos (um persoagem bate a cabeça no teto do avião e leva 40 pontos na orelha, 20 no pescoço e antes estancava o sangramento com um lenço) é uma série legal, o tema é bem interessante.

Seu blog é muito legal, tem muita coisa interesante.

Elisa said...

Oii Iana!

Foi legal te conhecer pessoalmente ! por mais breve que tenha sido!
Ai que pena não cheguei a tempo de opinar nas questões de língua abordadas no post anterior ! :( rsrs...
Quanto aos livros do Tommy Tenney também não consegui ler "Caçadores de Deus", ele consegue te envolver até certo ponto, mas as repetições o torna parecido com o estilo auto-ajuda.
Há certo tempo li " a Casa Favotita de Deus", na época foi uma leitura boa, mas como meus conceitos mudaram um pouco e já faz um tempinho que li não vou recomendá-lo. Porém se ainda estiver disposta a entrar no time de leitores do Tommy fica ai a dica!

Beijo ;)

Elisa

Paulo Guerra said...

Ola Iana sou eu o Paulo de novo... bom tinha falado com vc que iria fazer engenharia civil neh?!? mas eu mudei de ideia vou fazer publicidade e propaganda! A inscrição da PUC encerão hj.. estava lendo e me chamou atenção as matérias e tals! A seja o que Deus quiser...e pelos tomboms me desculpe! hehehe... abraços

Radical Extravagante said...

Olá Iana!
É meu primeiro comentário aqui, mas garanto que não é a primeira e nem a décima visita aqui, sou visitante assiduo!
Eu confesso que já li um livro dele "Os Descobridores de Deus" mas é muito repetitivo, como vc mesmo observou, um desperdicio de tempo e de espaço! hahahaha!
No final gostei do livro, mais não leio mais livros dele, pois me cansam demais, fiquei mais de 2 meses pra ler esse livro!
Eu sempre gostei muito de ler, como vc, acho que isso nos ajuda a crescer não só espiritualmente, mais também intelectualmente!
Bem o motivo de passar aqui, é pra dizer que seu blog é muito edificante pra mim!
Ontem fiquei cerca de 1 hora e meia viajando nele, e confesso que recebi muito de Deus nos seus post's!
És realmente muito usada, tanto na dança quanto na escrita! hehehe! [Sem bajulação por favor!] =]
Bem sou ministro de dança, sou discipulo e ajudador de uma amiga sua, a Monyane aqui de Brasília!
Pois é de tanto ela falar no Mudança e consequentemente de vc, resolvi conhecê-la e confesso que é sempre um prazer passar por aqui e ver suas atualizações!
Bem é só isso msm! Continuarei assiduo, e agora serei um comentarista ativo!
Fique com Deus!

*Nán!nh@* said...

Eu ganhei esse livro no meu aniversário de 19 anos e gostei de alguns testemunhos de avivamento que ele descreveu; mas também não sou chegada ao excesso de tocar no mesmo ponto. Acho que minha visão crítica de jornalista gosta é de leituras objetivas, sem enrolação. rsrsrs! Mas se começo um livro, vou até o fim; mesmo que não tenha gostado muito.
Ei, onde posso encontrar os DVDs dele? Nunca assisti...

AngelMi said...

Olá Iana, graça e paz.
Concordo que a literatura do Tommy é meio massante, pesada, capítulos longos, muita informação junta. Já consegui ler vários livros dele e gostei de todos, apesar de tudo hehehe
Mas confesso que gosto mais do estilo Max Lucado, frases curtas, capítulos menores, que dá tempo de refletir entre um capítulo e outro.
Ainda assim, esses dois são meus escritores favoritos :)
Beijos proce,
Mi

AngelMi said...

A propósito, nunca o vi ministrando em vídeos... deve ter algo no youtube né? Vou aproveitar e pesquisar, já que muitos aqui disseram que as ministrações são melhores que os livros ;)

Lipito said...

Confesso,eu gosto!
Quer dizer, eu já li Caçadores e Descobridores de Deus. Ambos foram importantes na época que os li, pois estava começando a desenvolver uma relação de intimidade com DEUS, foi uma bom começo. Mas depois ele começou a variar sobre os mesmos temas até o título ele repetia nos livros seguintes. Não me interessei mais.Parei nos dois citados. Sempre que leio procuro aplicar alguma lição prática(se houver)em minha vida por isso foi essencial pra mim. Não queria copiar as experiências dele mas sim ter as minhas, isso me levou a buscar mais. Comigo funcionou. Mas hoje em dia não tenho lido nenhum material dele. É essa diversidade que compõe um corpo, ou melhor, O corpo.
Abração p todos!!!

nms12 said...

Ei Iana! Tem um tempinho que não passo aqui no seu blog ... e olhando os posts anteriores vi as fotos da viagem que fez ...E me despertou uma certa curiosidade...
Sou apaixoanada por fotografia, mas ainda não tive oportunidade de estudar e me aprofundar.
Mas percebi que suas fotos são simples, mas ao mesmo tempo perfeitas ... Claro que os cenários ajudam...rsss...Mas a qualidade das fotos realmente é muito boa!
Gostaria de saber qual é o truque! hehehe ...

Parabéns pelo blog ...
Grande beijo!

Lisi said...

Concordo contigo e vc não é a única. Tenho 2 livros dele e os dois estão na minha prateleira de "congelamento de livros", para aqueles que alguuum dia eu pretendo tentar ler novamente. Que bom achar alguém que também pensa o mesmo que eu, todo mundo que eu falo que não gostei fica tão chocado...kkk. Ahh, do filme eu gostei.
bjins.

Iana Coimbra said...

Nada muda: Dica anotada!

Uerlle: Acho que vale tentar. Vai que vc gosta, né.rs.

Pri: Que bom que ele foi bom para vc! O importante é cada um ter sua experiência e definir sua opinião.

Marcelão: Bem vindo ao time! hehehhehe.

Jhom: Eu já li A oração de Jabez. Mas também não achei lá grandes coisas...

Jaque: Dica anotada!

Rodrigo: Eu já li a série toda. Comecei com uns 14 anos e ficava contando os dias para os lançamentos seguintes. Gostei bastante e aprendi muito. Não li nenhum da Joyce, até quero. Deve entrar na lista dos próximos. Eu entendo esse esquema de momento para ler as coisas. Concordo com vc. Siga o seu e seja feliz! E que bom que vc gosta do I-relevante!

Elisa: Foi um prazer! Se eu pensar em tentar pela quarta vez algo do Tommy, começarei por esse. ;)

Paulo: Uai, que mudança radical, hein! rs. Acho que se vc tivesse conversado comigo antes eu te falaria para ir na engenharia. rs. Os salários são melhores! rs. Brincadeirinha, tá. Espero que vc passe e que se dê bem!

Radical Extravagante: Obrigada pelo comentário tão simpático. Volte sempre!

Naninha: Eu assisti uma pregação pessoalmente mesmo, em um congresso há uns 6 anos. Nunca vi nenhum DVD. Não sei se todo jornalista gosta de coisas objetivas, mas eu com certeza gosto.

Angelmi: Sobre o Lucado, eu tive uma experiência ótima quando li Ele escolheu os cravos. Aí no início do ano resolvi pegar outro (que não me lembro o nome) e já não gostei. Mas que viva a diversidade!

Lipito: Palavras de sabedoria!!! Volte sempre!

Nms: Bom tê-la de volta! Não sei te falar qual o truque da fotografia. Essa pergunta é complexa! Mas começar definindo o que você quer mostrar, achar um bom enquadramento, é o principal.

Lisi: O esquema é que o povo não é acostumado a ouvir que alguém não gostou da moda da vez. Aí gente de opinião as vezes assusta. Beijão! Bom tê-la de volta!

denise said...

ianaaaaaaaa niticiass pra vc rsr to empolgada hoje é que esse final de semana esteve aqui no nosso retiro ,retiro dos jovens o Pastor Jorge russo,e como sei que vc conhece queria compartilhar com vc essa novidade rs foi nuss foi muito bom uma benção...ja to com saudades da voz dele uahuha
beijão
até mais

Gilmara Coletto said...

Olá Iana!

Eu tinha postado um comentario sobre o ultimo episodio da TAP mais não sei por que não deu certo!
Mais enfim eu numca li livros do Tommy mais já ouvir falar muito do caçadores de Deus, só que toda vez que vou lr este livro acontece alguma coisa e acabo não lendo.
Há qual é o autor (a) que vc gosta mais? Não sei se já respondeu isso mais enfim...

Abraços!

Rafael Borges said...

Ianna,

Primeira de muitas vezes que passo por aqui. Como antigo admirador do ministério de sua família abençoada (e bailarino também), fico feliz com um comentário perspicaz sobre a redundância que tantas vezes assola o meio cristão... Até as próximas ;)

Ana Flávia said...

Iana,sexta,dia 24 é meu aniversário,ora por minha vida?!!
Eu to precisando falar contigo...assim que vc puder,ok?Deus te abençoe!bjss..

Taty said...

Ianaaaaaaaaaaaaa

Ameii seu recadin... foi bem gostoso!
Foi aquela coisa de palavras de uma amiga sabe??

tks a lot! Amei. Você é msmo um amor d querida e tdo mais! (falei pro tody, alias tamo com saudade, bem q c podia fazer uma visitinha basica por aqui né?)

Um super beijo!!!

Iana Coimbra said...

Denise: O Jorjão é muito legal mesmo.

Gilmara: Não sei qual o meu autor favorito. Depende do assunto. Gosto de vários. Dos cristãos, já li Larry Crabb e gostei muito. Swindoll também já me agradou. C.S. Lewis já curti também. Rick Joyner tem umas idéias boas. Mas não tenho um favorito. Nesse momento me deu um branco geral sobre brasileiros.

Rafael: Apareça sempre!

Ana Flávia: É hoje, né. Feliz aniversário para você!

Taty: Que bom que vc gostou! Vcs também fazem falta nessas bandas de cá. Espero poder visitá-los em breve!!!

Kamila said...

Iana..haha quanto tempo não passo aqui heim(por motivos de força maior)...
eu sei que esse post ja ta bem comentado, mas preferi esse, bom, ja li 3 livros do Tommy e realmente gosto, caçadores de Deus é mesmo 1 dos meus livros prediletos quando o assunto é livro evangélico(que por sinal ja estão ficando mesmo muito repetitivos e admito que nem tenho lido muitos do gênero ultimamente justamente por isso) mas pra falar a verdade gosto dele...
ah, eu tava lá no seminário, eu e minha amiga ana estavamos lá na frente.. acho q o Toller comentou que nós lemos seu blog, haha mas não tivemos chance de conversar pessoalmente com vc, bom, que pena.. é q vc sempre tava ocupada aí não queríamos incomodar, esperamos pra falar com vc no domingo com o Toller, mas aí vc não ficou lá neh, ele disse q teve um compromisso.Bom, infelizmente não foi dessa vez neh, mas devo admitir que fiquei realmente ADMIRADA com a palavra q vc deu sobre Ester, não que eu não esperasse uma inovação da tua parte, mas acabei mais uma vez ficando DE CARA (COMO DIZEMOS POR AQUI)haha, e a parada lá do diário.. nossa, legal, Londres é meu lugar favorito no mundo, uma paixão de criança mesmo, acho q é culpa dos livros, adoro literatura inglesa desde q me entendo por gente, quando for lá(em breve) vou copiar sua ideia se não se importa.. ah, nós vamos no congresso de louvor e adoração do DT ano que vem, claro que vai ser MUUUITO mais difícil falar com vc lá, mas se der nos vemos lá.. bjão pra ti e parabéns mesmo pelo teu taco jornalístico, haha pegou todo mundo de surpresa aqueles dois "babados" que vc nos contou.. ;D

SILMARA said...

iana sou silmara e fui para o seminario como faço para conseguir o dvds do seminario

Lukas Favero Kara de Leão said...

a Visão d Deus e Casa favorita, estes livros foram mt especiais p mim, apesar de concordar que é um pouko enrolado e q poderia ser mais objetivo! Uma expressão q Ele usou, marcou minha memória é algo do tipo:
"As vezes nossas programações e concepções religiosas de Culto acabam costurando o véu, que foi rasagado com muito alto preço"

no Livro a Visão d Deus, tb gosto de um capítulo onde ele fala sobre DPA (demonstrações Públicas de Afeto) e de como a Sociedade, tanto nos tempos da igreja primitiva qnto nos dias de hj as recriminava, Ele usa ótimos exemplos como a Mulher do Vaso de Alabastro que rompeu a lógica e os padrões de culto ou adoração nakela época, e também o exemplo de Davi dançando diante da Arca da Aliança, é um conceito muito lindo e puro sobre a Paixão e Extravagância Tão contestados! q cantamos tanto nos dias de hj!
Também nesse mesmo livro há um Capítulo que Fala sobre o Cordeiro e o Leão, antes que se ouvisse tanto palavras Proféticas com essa temática, Tommy fala sobre o contraste entre a nossa Visão as vzs tão mediocre, e a Visão tão Grandiosa de Deus, a nosso respeito e a respeito as situações ao redor, Ele usa o Texto de Apocalipse 4 onde João ouve um dos 24 anciãos lhe dizer não chores, eis õ leão da Tribo de Judah a Raiz de Davi... e qnd joão olha para o Trono vê um cordeiro como q ouvesse morrido, porém este é o leão, leão diante do Inferno, e Cordeiro para Justifikar nossas iniquidades!! ...fazem + de 2 anos q li, estes livros, e foi uma benção para Minha Vida!!!



Um abraço Iana! Admiro e acredito no Sonho de Deus para o seu Ministério!

Winny said...

Olha, eu tenho o caçadores de Deus a uns 2 anos e até agora não consegui ler, e já o emprestei diversas vezes, mas até agora nada.

Não cheguei a analisar sua forma de escrever.