Tuesday, November 11, 2008

Muitas coisas

Aconteceram muitas coisas esses dias. Muito trabalho. Muitos compromissos. E o ano tá quase no final. Eu juro que essa semana atualizo o blog.

Mas aproveitando a postagem, quero só dizer o quanto a revista VEJA me matou de raiva esses dias. Saiu uma matéria completamente deturpada sobre o caso de uma adoção que a Zê está envolvida. Matéria mal feita, mal apurada, que a torna mentirosa. Esse tem sido o motivo da minha dor de cabeça da semana. E haja trabalho em cima disso.

Caros jornalistas, aprendam a escrever corretamente. Aprendam também a responsabilidade das suas palavras. Palavras também matam.


Para quem tiver curiosidade, aqui está a matéria.

Já a nossa resposta, assinada pela chefa, está aqui.

33 comments:

Gilmara Coletto said...

Olá Iana!

Nossa eu tomei um susto daqueles quando vi a materia, eu já acompanhava o caso da lucelia desde a primeira vez que a sua "Chefa" postou sobre o encontro que elas tiveram.
Infelizmente a publicidade tem esse dois lados ou ela fala a verdade ou distorce as coisas.
Mais com certeza o melhor é esperar no Senhor no tempo certo a verdade aparece ai vamos ver quem realmente quer se promover em cima do sofrimento dessa menina!

ps: Aqui não sei se vc já leu estava precisando saber o nome da primeira musica que passa no portifolio parte 1 de sua mãe que está no youtube, perguntei a ela tb mais como vc consulta mais o seu blog me dá essa mãozinha?

Abraços!

bons bordados said...

ola iana vendo o assunto do seu blog agora, acabei de ler no site do DT a materiada Ana sobre a revista VEJA, ( que por sinal fui ver no site da revista) realmente me deu ate mal estar por saber que uma pessao em sã consciencia( ou falta dela) pode escrever aqueles absurdos, posso não conhecer vcs do Dt a fundo, digamos assim pessoalmente mas tenho visto a obra quer o Senhor Jesus tem feito atraves da vidas de vcs para abençoar nossas vidas é seria, e comprometida com o Senhor vale mais do que mil palavras escritas de uma jornalista mal informada querendo somente vender mais revista "

como diz na palavra
ai dquele que mexer com um servo meu
seja tanto em atos como em palavras
abraços
silvia
(totalemnte indignada, e louvando a Deus pelas palavras da ana no site do Dt)

p.s. tinha postado no comentatrio anterior

Lisi said...

Ai eu já li tanto a veja que nada viu e a resposta. Quem acompanha o DT desde o início sabe que a Pra. Eze não não é empresária da Ana e que a menina não participou de clipe nenhum. A matéria expõe mais ainda a garota relembrando com detalhes as torturas pelas quais passou, amaram lembrar as tristezas e deturpar tudo. Coisa de urubu. Imagino como está a cabeça do pessoal e a sua. Justiça neles! As duas - a que não falha e a outra!
bjins Iana.
Em Cristo.

Paulo Victor said...

É impressionante a capacidade que determinados veículos de comunicação - em especial a Veja - possuem de deturpar informações a fim de criar e promover factóides. Já há algum tempo tenho o pé (muito) atrás com essa "revista".

Acompanho o "caso Lucélia" desde o início, em seu sofrimento, até o momento em que alguma esperança surgiu, naquela ministração de Goiânia.

Tenho visto com alegria as notícias de que menina finalmente encontrou um lar e Veja, por sua vez, é a única a tentar impedir a criança de, pela primeira vez em sua vida, sonhar e viver um sonho.

Repudiu a ação de Veja, e solidarizo-me com todos vocês. Esperemos que a situação se acalme e - sonhemos (sim, pq isso é difícil acontecer) com, pelo menos, uma retratação formal por parte do impresso.

Bj.

jhom said...

Quando vi a matéria me sentir ofendido, assim como a Prª Ezenete.
a VEJA, sempre foi um marco pra mim, num TODO, + essa semana, ao receber a minha me sentir profundamente irritado com tudo isso...
Gente do céu, onde tá o respeito e a dignidade das pessoas?
sinceramente?
essas coisas nos afastam[nós, estudantes de comunicação] de um alvo tão almejado, que é uma grande revista...=/
só resta orar, pra que tudo se esclareça, né?
no +...
ótima semana procê moça...

ps:te vi no aero de Maceió esse fds[fizemos "check in" juntos], aliás, acho que era você, ou seria sua irmã? o_O

Rafael said...

Impossível deixar de comentar isso. Tomei conhecimento da barbaridade através da comunidade do Dt no orkut, e já me reportei à revista. Impossível também deixar de passar por aqui para conferir a opinião de uma jornalista abalizada... Unimo-nos na revolta, embora cientes de que, como diz a Palavra, bem aventurados os que são perseguidos por causa da justiça!

Ah... reitero os parabéns pelo blog! Keep writing!

No Amado

Ana Flávia said...

Nossa..fiquei indignada!
A mídia não se emenda e não para de deturpar tudo,querem sempre levar vantagem em cima do sofrimento dos outros..Isso é absurdo!!
Aplaudo a resposta da Ana..e como ela bem colocou...
"A sabedoria é justificada pelas suas obras"...

Deus te abençoe!!bjss..

|________Uerlle| || || |___| said...

Olá Iana.!

Bom,se existem "as 100 coisas piores"em meios de comunicação,eu poderia colocar em primeiro lugar uma repórter como esta.
Simplesmente querendo se aproveitar de uma situação para obter "sucesso" em sua revista ou criar algum tipo de atrito.

As palavras da Ana foram ótimas,e espero que no nome de Jesus esse povo deixe essa menina em paz pra que ela possa viver uma nova vida.

Porque como ela mesmo disse ao ir no primeiro dia de aula e voltar pra casa,"agora ela é gente.!"

Abraço Querida.!
Deus abençõe.!

Lê said...

Oi Iana,
Sem dúvida um absurdo! Imagino sua dor de cabeça!
Mas uma coisa é certa, para lidar com jornalista é preciso ter malícia. Você sabe... o fato pode ser descrito e visto por vários ângulos. Esta foi a leitura (errada) dela, mas é preciso andar na frente e prevenir este tipo de abordagem (gerenciar os riscos e prever possibilidades de pauta).

Não sei se vocês foram procurados por esta jornalista. Se não foram, mais um absurdo! Mas se foram, talvez negar uma entrevista tenha sido o motivo da matéria virar uma afronta.

Sem dúvida o tempo se encarrega de mostrar a postura coerente e sincera da Ana e da pastora Ezenete.

Bjs!

Land of Marcelo said...

Engraçado você postar sobre isto hoje... ontem eu li a matéria vergonhosa (como diria meu pai)da Veja e a excelente resposta do blog da Ana. Uma resposta de alto nível em todos os sentidos. Como dizem por ai... ninguém cutuca arvore que não tem frutos maduros e saudáveis, né. Keep up the great work!

Paulo Victor said...

Iana, dá uma olhada nisto:
http://www.igutenberg.org/analise8.html

Há precedentes pra esta jornalista...

ana c. said...

Nosso Deus...o que ,que é isso???Acho que eles enfatizaram muito pro lado negativo(o fato da Ana e da pr.Ezenete ,conhecerem a menina),por causa de serem evangélicas e mais ainda por ser a Ana Paula(aproveitaram para tentar difamá-la).
Eu só fico pensando...coitada dessa menina ,é emocionante ver que ela ainda tem sonhos:" Queria ser pastora. Queria ser outra pessoa"..."Se eu pudesse, adotaria todas as crianças sofridas do mundo", desconversa Ezenete".A gente pelo amor de Deus,como assim:"desconversa Ezenete".Fora os:"uma pop star gospel" e "estrela de shows gospel".Eles não conhecem o coração delas como saem falando tais coisas??A mídia pode ser usada por Deus mais também pelo inimigo.Que Deus abençõe que essa criança continue acreditando no que as pessoas de Deus tem dito a ela ,e que ela encontre uma família de verdade,em nome de Jesus.E ainda bem que Deus conhece nosso coração e é Ele "o mais importante",quem deve conhecer.

ana c. said...

Nossa eu tava aqui no trabalho lutando pra não dormir,quando li a reportagem até acordei com o susto!

Paulo Guerra said...

Iana ao ler a matéria o sentimento também é de raiva, como pode?!?! Mas ao pensar na seriedade da Ezênete sinto que o plano de Deus é tremendo na vida dessa garota, isso me dá uma sensação de paz e alegria ao pensar que os planos do diabo estão sendo frustrados desde já na vida da garota. Creio que o pranto foi mudado em festa. E você também deve estar com muita coisa pra fazer por causa disso neh? Mas descançar em Deus é o melhor. Deus te abençoe em tudo o que você for fazer em relação a isso. Uma semana abençoada. Estava sentindo falta de atualizações aqui. E quando for ter encontros me ligue. Abraços a todos.

Edilene said...

Foi ridiculo o que eles fizeram!

Anonymous said...

Oi Iana.
Eu imaginei que vc escreveria alguma coisa relacionada a isso em seu Blog, aí, dei um pulinho aqui.. hehe... Cara, acabei de mandar(muuuito indignada) um e-mail pra redação da revista, o que acredito eu, outras pessoas também fizeram. Tá todo mundo indignado com o fato, mas sabendo, que com tudo o que está sendo profetizado sobre a mídia, o Diabo, como sempre quer aparecer, veio com umas dessas, achando que estava mexendo com pouco coisa. Engana-se... Ninguém toca nos ungidos do Senhor. A Justiço de Deus é plena.. isso não foi em vão.

Beejo grande..
Fique com Ele. ;]
Luciana

Leila said...

Absurdo! Isso realmente traz grande indignação!
Peço a Deus misericordia por essas vidas...
Como pode tratarem um assunto tão sério dessa forma?
Só Jesus!
Estarei orando, Iana, para que a justiça seja feita!
Um beijo e fica com Deus!
Leila

Vanessa Trotta said...

Oi Iana!
Nossa sinceramente não fiquei nem um pouco surpresa com a Veja porque conheço a linha editorial da revista.
Com certeza foi uma afronta para as pessoas envolvidas e muito preconceituoso. Sou solidária a vcs.

Como jornalista, realmente, a gente sabe que é a versão espreme que sai sangue que ganha a mídia. Basta olhar para a cobertura do caso do seqüestro de Santo André.
E isso só prejudica as vítimas, no caso de vcs, as fontes. Péssimo jornalismo!
Lamentável...

Bom, o importante mesmo é que Deus sabe o que realmente aconteceu e o que a menina está vivendo agora!

Um abraço!

dani said...

Iana td bem?
lendo sobre tudo isso, dá raiva mesmo, nossa como as pessoas são...Meu Deus!!!
é mais facil apedrejar do que levantar o apedrejado.
é famosa história, subir no bonde e ainda querer da tchau na janelinha.Não sabem da historia real, de como esta sendo tratada, e ja saem falando coisas que não aconteceu.

tô indignada.
bjão DANI.

Wallan Cristhian said...

Oi
A Paz Do Senhor Jesus
O meu desejo em relação a isso e que tudo se esclareça e que transpareça a verdade!
Um grande abraço para vc e creia que para Deus nada é impossível e que haja o que houver ele está conosco,ele nos defende do mal,ele peleja por nós!
Fique em paz e tenha uma boa semana pela frente!

*Nán!nh@* said...

Achei um absurdo o que essa jornalista fez; como profissional da área, sei que todos os lados devem ser ouvidos e não se pode publicar algo assim sem autorização! A Veja faz acusações, mas ela mesma usou a menina para se promover e ainda deturpou a imagem de um dos principais ministérios do Brasil... Nem sei o que falar, estou muito indignada!
Estarei orando por vocês para resolverem esse "rolo". Beijos!

Paulinha said...

Estou indignada com tal matéria!
É um absurdo, né?! Achei a postura da Ana paula, muito correta.
Fiquem na paz!

Ivy Garcia said...

Olá Iana, tudo em paz?

Bom, devemos ser eternamente gratos a VEJA que nos ensina de forma incomparável as seguintes questões: O JORNALISMO QUE NÃO DEVEMOS FAZER, O DESRESPEITO QUE NÃO PODEMOS USAR, A FALTA DE ÉTICA QUE JAMAIS DEVEMOS PROCEDER E PRINCIPALMENTE, A REVISTA NOS ENSINA O OPOSTO DO QUE É FAZER JORNALISMO, aquele militante que aprendemos nos primeiros tempos do curso, jornalismo que da voz, que relata o fato como é, veracidade e responsabilidade, deixarei sempre a veja em cima da mesa e cada vez que eu for contar as pessoas um fato, lerei a veja, irei comparar e repensar " será que está diferente do que a veja faria?" Se a resposta for sim, então, irei publicar!

Termino dizendo: A VEJA presta um jornalismo que causa desinformação e desrespeita de forma "descarada" os seus leitores.

Quanto a Ana Paula, Deus honrou, honra e continuará honrando ela e os Seus, não permitindo que a podridão fique escondida embaixo dos panos, Zê mulher de Deus, tenho dó daqueles que mexem com os filhos do Senhor, Ai daqueles que maldizem a menina dos olhos do Senhor...

Ivy

Lukas Favero said...

Realmente satanás num perde tempo! naum perde oportunidades de tentar expor o povo de Deus e principalmente pessoas que tem sido referencia e influência sobre um povo, é em momentos como esse que é perfeito atribuir a ele o nome de pai da mentira, dáh atéh náuzeas de ler algo assim, usam de sensacionalismo, usam uma tragédia como apelação, isso irrita viu, mas Creio q o povo que conhece o trabalho da IBl, e seus intuitos tão puros desde os primeiros projetos na ìndia, e outros, sabe realmente qual é a verdadeira história! Oro pra que Deus não permita que isso fique dessa forma!

Lilian Pavan said...

A Veja me faz lembrar do texto da "Alegoria da Caverna" de Platão que levanta muitas questões sobre a realidade, conhecimento, etc.

Para Platão, as coisas que nos chegam através dos sentidos, são apenas as sombras das idéias. Quem estiver preso ao conhecimento das coisas sensíveis apenas não poderá alcançar o mundo das idéias, ficando como o prisioneiro.

Quem só acredita nas deturpações desta revista, é prisioneiro dela, enchergando o mundo através da sombras.

Louvo a Deus pela vida a Ana que respondeu em alto nível as acusações da Veja.

bj Iana

susan soares said...

É esses dias eu li um outro bolg falando desse assunto... as pessoas realmente não tem escrúpulos. Não ligam para o sentimento dos outros, e ligam em saber qual vai ser a próxima vítima para que possam ganhar mais grana o.O.
bjs

ana c. said...

Nossa hj li o que a Ana escreveu,e foi d+.Com palavras sábias soube explicar e desarmar o inimigo que está sendo usado por pessoas.

Sah♥ said...

olá ianitcha...

Voce como uma otima viajante.. sabe de uma igreja legal em Brasilia pra me indicar... é que semana que vem vou pra lá a trabalho e gostaria de conhecer alguma!

aguardo..

beijoks

Conexão Jovem said...

Nossa que loucura isso tudo com o caso e as reportagens da veja. E li tambem o que a Ana escreveu. Só Deus pra entrar no controle e reverter tudo isso.

Orando por vocês!!

PS: Aqui nesse link a veja publicou o que Ana escreveu com fotos recentes e tem um link na pagina principal. http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/dor-tem-hora-acabar-401750.shtml

Daniel Abreu said...

SERIA UMA RETRATAÇÃO DA REVISTA???

OU MAIS UMA IRONIA A CERCA DO ASSUNTO???

CONFIRAM:
http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/dor-tem-hora-acabar-401750.shtml

Iana Coimbra said...

Pessoal,

Agradeço a todos que se sensibilizaram com a causa! A idéia é essa: quanto mais pessoas souberem da nossa versão, melhor.

Gilmara: Não faço a menor idéia!

Bons bordados: Ainda bem que Ele justifica.

Lisi: Ainda espero pela que não falha, porque a deles tá difícil. Ralei feito louca.

Paulo Victor: Pior é que eles não se retrataram. Eu é que fiz isso por eles. A lambança depois eu descrevi no post seguinte. Também li esse comentário sobre essa repórter. Só não sei ainda como a revista trabalha com essa profissional como free lancer.

Lê: O negócio é que eles nunca se aproximaram da gente. Eu e a Tati apoiamos vários veículos que tentaram entrar em contato conosco. Essa Ana Beatriz nunca ligou. Além disso a matéria, da forma como ela colocou, já era fria. Revoltante.

Jhom: Eu penso ao contrário. Penso que pessoas sérias têm que entrar nesses veículos e brigar lá dentro. Gostaria muito de fazer isso, mas não sei se tenho estômago. Vc podia ter me cumprimentado! Estávamos eu, Isa e minha mãe.

Rafael: Obrigada pelo elogio. ;)

Ana Flávia: Amém.

Uerlle: Concordo com vc.

Marcelão: Valeu pelas palavras.

Ana C.: Imagina o meu susto!!!
Eles deturparam tudo mesmo.

Paulo: Me manda seu tel. Parece que minha mãe tentou te ligar e não consegiu falar. Tivemos encontro na quarta lá em casa. E eu trabalhei demais com esse negócio. Aff.

Edilene: Assino embaixo.

Luciana: Eu nem acho que é coisa do Diabo não. Isso é coisa de gente má, sabe. Às vezes o capeta nem precisa aparecer. Tem excelentes pessoas por aí dando continuidade ao seu trabalho. Mas isso é que é o ideal: todo mundo escrever para lá.

Vá: Que bom que minha colega de faculdade entende!!!!

Dani: Bem isso.

Leila: Então ora mais! rs.

Wallan: Amém.

Naninha: QUe bom que vc sacou o que quis dizer no texto da Ana. ;)

Paulinha: Obrigada pelas palavras.

Ivy: Boa a sua colocação, mas não podemos generalizar, sabe. Com certeza fico pensando em quantas pessoas já foram prejudicadas por matérias assim, mas a Veja já fez coisas louváveis. Pena que não foi dessa vez que ela acertou conosco.

Lukas: Amém! Mas como disse acima, acho que tem coisas que não são do diabo. É de gente ruim mesmo, interessada em se promover em cima de algo que considera ser um furo. Sacou? Mas respeito muito sua opinião.

Lílian: Boa comparação.

Susan: Verdade.

Sah: Ish... Eu viajo mas em Brasília não sei. O povo de lá fala muito da Sara Nossa Terra. Mas como não conheço, não posso dizer. Beijos!

Conexão e Daniel: eu falei sobre isso no post seguinte. OLhem ´lá!

Land of Marcelo said...

Iana, colocar sua resposta no site e em outros lugares não é falda de educação, ética, polidez, ou o q quer q seja. É o direito alienável à liberdade de expressão. Aqueles que acompanham o ministério, que amam a Ana e as pessoas do DT têm o direito a uma comunicação sincera e direta. Por mais que alguns tentem dizer o contrário, acredite, web 2.0 (blogs, fórum, social-networking sites) é a nova fronteira da comunicação. Você sabe disso, vc tem sitemeter... olha lá quantas pessoas chegam no seu blog procurando por noticias suas, da Ana ou do DT... a Veja tá mais por fora que mão de afogado.

lukas Favero said...

Gente ruim existe mesmo!! custei a acreditah, mas é real! axo q lidar com ser humano é o melhor e o pior trabalho q se pode ter!!! mei complikado as vzs! rsrs
... o q penso é q o diabo tenta d tda forma tirah proveito, mas como meu pr. diz ele faz a panela mas não faz a tampa! rsrsrs
abraço!!