Saturday, October 31, 2009

Gentileza

É o que mais faz diferença nesse mundo. E não importa em qual país você esteja. E isso é uma coisa que nós, brasileiros, sabemos que é uma beleza.

Hoje a moça do supermercado não foi legal porque não sei falar alemão. Tentei no inglês, francês e espanhol. Nada. Apelei para a mímica e dei risada. Ela não achou a menor graça.


16 comments:

Carolina Vilela said...

Sei como é. É como se a gente desse um murro numa muralha de gelo nessas horas.

Mari Campos said...

HAHAHAHAHA ri mto, amiga c eh demais, c eu tivesse junto não ia dar certo!

te amooooooooo

jhom said...

Poisé...
nem tudo é tão perfeito assim.
mês passado, tava voltando de uma viagem, e, no aeroporto do Recife, pedi informação do meu vôo a um senhor, sem saber que o tal era um belga MEGA ignorante..rs
em meio aquela grosseria toda, eu só consegui entender "acabei de chegar de Liège, e não sou informante desse terminal"...fiquei super horrorizado com aquilo, agradeci a educação[c aquela ironia brasileira] e sair de fininho. rs
hoje morro de rir da situação,+ na hora pensei em pular no pescoço dele [sou cristão, + sou nordestino tb, né? rs].
por essas e por outras, que não troco meu povo por NADA ^^
ótima estadia aí querida
DTA sempre
xero

Tatiana said...

Ninguém merece...
Imagino até a cena!

Beijos!

:)

glauci said...

ola Moça linda!! como vai??
Vai ser um grande prazer revê-los!!
Estarei amanhã em Zurich, para ver o DT!! Recebi vcs para um jantar.
Sou de Basel.

Glauci Roth.
N amor do Cordeiro.

Alessandra said...

KKKKKKKKKKKKKK!!!!
O texto do post já é bom...e ainda tem "legenda" (foto!) rsrsrs

Pois, o brasileiro quando recebe qualquer turista, faz todo tipo de "malabarismo" pra entender, pra agradar....
Mas, fora daqui querida, isso é um problemão!

Bjocas,
Ale

Leticia Fachin said...

Ola Iana, sempre passo pelo seu blog, mas nunca postei nada, porem agora me identifiquei muito com tudo isso, estou temporariamente na Suécia em Malmo e realmente acho a Europa uma civilização super avançada, ou talves nós estamos um pouco atrasados, rs, a questão é como eles são fechados e nem um pouco simpaticos, é como se tivessem tudo e para completar só faltaria um pouco da alegria brasileira, mais é isso ai, fico contente em me identificar com seu blog, gosto muito da forma que você expõe tudo... Que Deus continue te abençoando muito...

Marina -- said...

Que paia essa moça. Mímica é sempre engraçado e resulta nas mais divertidas histórias.

Já senti na pele, mas se eu não fosse tão nova quando isso aconteceu, não teria chorado. Hoje dou risada. hehe

Esses dias mesmo, teimei que uma senhora falava espanhol,(e não sei pq) insistia na minha pergunta a ela. E com uma cara muito confusa, respondeu: Desculpe-me, não falo espanhol, falo hebraico. rsrs.. nada a ver... Acho que se ela fosse alemã (ou essa moça), eu teria apanhado pela insistencia.

Falando nisso, eles são grossos mesmo, ou isso é só conversa? (Essa experiência a parte)Vc tá na Suiça ainda, né? Se passar por Germany, comente aqui. :)

Depois conte mais experiênciass do tipo... São bem-vindas pra me preparar para a minha ida à Europa..hehehe

Bom aproveito!

Curiosidade: Depois de se aperfeiçoar no français, qual seria seu próximo idioma? Acho muito legal essa vontade de aprender outros idiomas que vc tem. Eu adoro! Um dia chego a 5. Um dia... rs

Rodrigo said...

been there :)

Rachel said...

Nós somos um povo carinhoso... E o tragicômico disso tudo é que na Europa, USA, ou até mesmo na Argentina, as pessoas respeitam como forma de lei os assentos reservados, os sinais de trânsito e tantas outras regras de convívio coletivo, mas em nenhum desses lugares, se o faz com tanta alegria como no Brasil... Se pudéssemos respeitar tanto quanto sorrimos...


=)

Adoroo seus textos. God!

Paulo Victor said...

Em relação à Europa, também coleciono algumas grosseirias. hehe. Até tapa na não pra não tocar em objetos eu já levei, na Bélgica.
E pior que até pras bandas da Escócia/Irlanda, onde estão sem dúvida os povos mais simpáticos do velho mundo, encontrei uma vendedora que me disse que o que eu queria "was not written on my face", quase me batendo, só porque eu tinha esquecido de pedir uma nota de tax free e pedi depois. Fiquei sem ação. Devia ter dito que outra coisa tava escrita na testa daquela #%&$#§!. Hehehehe.

*Nán!nh@* said...

Sempre ouvi dizer que os europeus não eram muito hospitaleiros com o povo de fora... Qualidade de sangue brasileiro! =)
A maneira como você descreveu uma situação tão "chata" foi bem hilária. (rsrsrs) Não sei se eu teria o mesmo bom humor... hehe!

Natália Caplan
Manaus - AM

Pri_Adolfo said...

Infelizmente existem pessoas que não sabem tratar bem as outras; quando numa simples situação ela poderia ter chamado alguém, como por aqui no Brasil normalmente se faz....depois de tentativas de adivinhar o que uma pessoa estrangeira está falando lembrasse sempre de alguém que possa no mínimo entender o que ela diz)...Enfim, que Deus te abençoe ai nessa viagem...aproveite por mim...por você e por todas as pessoas que desejariam estar ai no momento e não podem...pois é curta a viagem e se tiver mais situações parecidas...quer um coselho: FAÇA MUITA MÍMICA...RIA MUITO....SE DIVIRTA....APROVEITE AO MÁXIMO!!!

Beijos

Priscilla Adolfo.

(this is my first coment in your blog).

God bless you!
Deus te abençoe!
Dios te bendiga!

Nath said...

Eu queria que para todos nós os dias fossem leves e não nublados.

...

mas porque eu fiz comparação entre peso e cor?? Ahh, mas dá entender, né?!

Silvério ;* said...

ai que mulher sem graça,essa ''moça do supermercado'' xP

estaar na Europa deve sermaravilhoso,sonho com isso!

Boa Estada! ;*

Thaty nogueira said...

IANA FIQUEI IMAGINANDO VC GESTICULANDO E CONFESSO QUE RI LITROS AKI EM CASA!
KKKKKKKKKKKK...
MAS NÃO DEIXE ISSO TE ABORRECER NÃO, SEU JEITINHO DOCE COM CERTEZA FICOU MARTELANDO NA CABEÇA DA MOÇA DO SUPERMERCADO.
BJOS MANA LINDA!
POXA... QUE PENA! PASSEI MEU NIVER NO SEMINÁRIO E VC NÃO ESTAVA LÁ... CHIQUE BEM, NA EUROPA! FICOU SEM O PEDAÇO DE BOLO! RSRSRSRS...
AMO TUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!