Thursday, August 27, 2009

Vale a pena?

É o que pensei hoje. Que o Orkut é uma péssima ideia eu descobri há tempos. Que Fotolog não tem nada a ver comigo, idem. Mas eu juro que apostava no Blog e no Twitter como ferramentas sociais interessantes, úteis, inteligentes. Porque se nas primeiras opções que citei o voyerismo puro e simples é alimentado, nas últimas duas, em que eu apostava, pessoalmente acreditava mais como instrumentos de reflexão, discussão, crescimento, e é claro, relacionamento. E quem não quer crescer? Quem não quer aprender com o outro? Quem não quer ver suas ideias ganhando espaço e fôlego em mentes alheias? Quem não quer conhecer gente inteligente? Quem não quer descobrir novas nuances da própria personalidade? Eu sempre quis. Mas hoje começo a pensar: vale a pena? Ainda não sei.

Quase todas as minhas tentativas virtuais foram fracassadas. A maior parte virou um pesadelo. Por quê? Ainda não entendi muito bem. Na realidade não consigo entender porque o fato de eu dançar incomoda tanto. E aliás, porque essa parte da minha vida (que incrivelmente é a que menos me ocupa atualmente) me faz refém de coisas tão desnecessárias. Eu amo o que eu faço, mas o que eu faço não me faz. Seria muito fácil me apoiar nisso, mas a minha decisão diária é não o fazer. Minhas atividades não podem ser maiores que o meu caráter. O lugar onde eu trabalho não pode ser maior que as minhas ideias. O que vivi por 12 anos não pode ser mais importante do que 26.

O fato de eu estar num grupo X não me obriga a ser exatamente da forma como as pessoas esperam que eu seja. Porque antes do que eu faço, eu sou. E quem eu sou? A Iana. E só ela. Uma pessoa que ama tudo o que faz, mas que sabe exatamente que isso não me faz diferente de ninguém. Sim, sou intensa, densa e minhas palavras tem exatamente o peso da minha personalidade. Amo e odeio. Detesto e adoro. Não suporto e me encanto. E é isso.

Enfim, esses são só devaneios de quem hoje está pensando seriamente em dar um basta. Porque no final das contas o que a gente busca é sempre a paz.

Ps: Sobre o aniversário, agradeço de coração aos queridos que se manifestaram. Não o fiz antes porque estava preparando um post só para isso. Mas enfim... A gente infelizmente não consegue fazer tudo o que quer, não é mesmo?

63 comments:

Faby ! said...
This comment has been removed by the author.
Anonymous said...

Olá Iana!
vc é muito especial no que faz e principalmente no que é, independente do comentários de algumas pessoas!
T admiro pela sua inteligência e clareza!
Continue, pois pode acreditar que tem mais pessoas com vc do q contra vc...essas vc ignora!

Deus t abençoe

Juliana

Anonymous said...

Ah.. .e não podia faltar: PARABÈNS minha amada!

Muuuuuuitos e muuuuuitos anos de vida, tudo de melhor pra ti hj e sempre!

bjs

Juliana

Cristina said...

Nãoooooo...não para!!Como eu, sei que milhares de pessoas vem aqui todos os dias..mesmo sem postarem nada...mas para fazerem exatamente o que vc mesma afirma nesse texto!Eu amooo vir aqui todos os dias e tem mais, chego a enviar seus textos por email todos os dias para uma amiga que não pode acessar blogs em seu trabalho, para que possa tbem estar recebendo o que nos vem através da sua vida...pessoas que querem nos trazer tristezas tem em todo os cantos, em todo lugar...Não dê vazão à eles!Lembre-se de pessoas como eu..que se alegra e muiiiito em vir aqui todos os dias e receber tanto de Deus através de sua vida, simplesmente pq vc é um exemplo em tudo o que faz, simplesmente no seu dia a dia e é isso que faz a diferença.Lendo esse texto vejo que vc não faz noção da importância desse blog...tenha certeza...ele não é só mais um....Que o Espírito de Deus fale fortemente em seu coração e lhe ajude a repensar...bjo grande!

Debiinha Mota said...

Oun... Isso quer dizer o fim do twitter para você??
;(

nathaliasrocha said...

Concordo absolutamente com vc Iana. As pessoas têm a infeliz mania de nos enquadrar em caixinhas, e achar que devamos nos comportar dessa ou daquela maneira.E não se atentam para o fato de que Deus nos criou em sua multiforme sabedoria para sermos diferentes, e nessa diferença expressar Sua beleza. Acredito que podemos ser tudo aquilo que Deus deseja que sejamos sem nos enquadrarmos nos padrões pré estabelecidos pelos homens, que não passa e religiosidade.

bons bordados said...

o grande problemada maioria das pessoas elas querem que nós sejamos como elas querem, e como querem, e "quando sai"ao contrario das expectativas delaas ai vem aquela, nossa pensei que fulana era assim ou era assado.......ou seja são a primeira a taca a pedra mas esquecem que seu telhado tb é de vidro( todos temos telhados de vidro)
o que vc viveu em 12 anos nada vai apagar, cada um tem um proprosito nesta vida, um dom, seja dançar, seja escrever, seja interceder, cada um deve buscar o seu
e como diz o ditado os incomodados que se mudem......
assumir o que gosta de fazer e faze-lo, e mais dificil do ficar no meio do muro...pq é mais facil atirar as pedras no telhado....
abraços

silvias

Thais said...

Senti tristeza em suas palavras, talvez mágoa, não sei! O que sei é que a Bíblia está totalmente certa sobre o poder da língua. Ou, neste caso, no poder das palavras digitadas!!! Palavras realmente maltratam, ferem e matam, seja literalmente, ou no figurado (que às vezes doem tanto qto no sentido literal)matando sonhos, projeto, enfim... Palavras com tanto desamor, tanta desesperança. Triste, muito triste!!! Mas o que vale mesmo, é o nosso interior, o que vale são as opiniões de gente que realmente nos conhece, que nos ama e nos entende. O resto...

Adriany Teixeira de Araújo said...

Oi Iana...
então, já passei e ainda passo por isso sabe, lógico que a pressão que há sobre mim não se compara a sua, pois vc é mundialmente conhecida, porém acredito que isso incomoda neh

Olha sinceramente, ficaria triste se vc exclui-se seu blog como vc mesma disse aqui aprendo muito , seu blog me faz refletir gosto do seus posts....

Mas estaria sendo egoísta de querer para mim algo que não faz bem a vc! (ficou meio romantico neh rs)

Então se esta decisão que tiver que tomar te fizer feliz te encorajo que faças pois não há nada pior do que ficar nos cobrando sobre algo e pessoas nos julgando...

Só uma coisa...antes queria viver como as pessoas queriam que eu fosse e hoje VIVO pois sou quem SOU! entendeu??? Sou chata, sou emburrada, sou triste, sou extravagante, sou alegre, me odeiem, me ame! MAS SOU EU!!! E não é pelo fato de ser filha dela ou ter tal cargo que vou ser diferente , se precisasse mudar algo mudaria por amor a Deus e aquilo que tenho mudado é por Ele do contrário continuarei assim... por muito tempo...

beijos e se ainda for tempo
te admiro muito

beijos do sul de Minas Dry

Luma e Luana said...

Oiee Iana.

Bom, verdadeiramente n temos mto q falar.
Sinceramente, ficamos mtoo "triste" por vc, por tdo isso q tah ocorrendo.

N entendemos cm podem existir pessoas q se levantam só p/ tirar nsa "paz", p/ criticar, e falar somente besteiras.

E olha acho q o nino Paulo Vitor disse no post anterior mto bem! (nsa opiniao)!

E p/ n enrolar mtoo...falando sbre seu niver.

N há de quê! O minimo q poderiamos fzr é dar seus parabens por mais um ano de vida!

Só p/ q vc fique sabendo...
apareceu "uma intrometida" esses dias em nso blog, só p/ falar besteiras (se ela pelos menos, soubesse falar). Mas cm n temos a mesma paciencia q vc, p responder, damos uma resposta bem clara e curta p/ ela. (Esse post é o q fizemos dedicado a vc! V la depois, se vc poder. ;))

Entaooo...acima de tdo q está ocorrendo..

Que Deus te abençoe, e te dê mta graça e sabedoria p/ passar por cima de tdo isso!

bjuss..

;)

Lê said...

Oi Iana,

Não uso orkut, nem fotolog. Odeio me expor. Meu sonho é ficar rica e meu pesadelo é ficar famosa. rsrs...

Sou reservada, até mesmo no meu blog evito assuntos íntimos, pois não tenho controle de quem lê.
Admiro a liberdade com que vc fala das suas coisas, mas um bom conselho é: use com sabedoria as mídias sociais.

Sugestão: fale dos seus interesses, mas não fale da sua vida. É uma maneira de evitar problemas...

Beijos!

Alê

PRISCILA said...

Eu como uma frequentadora assídua deste blog peço: não acabe com ele!
Já eu como um simples ser humano aconselho: acabe (dar um tempo tb é uma boa alternativa)!
Porque ser ofendida e se decepcionar com as pessoas é algo que acontece com todos. Mas ser ofendida e se decepcionar com pessoas que nem ao menos lhe conhecem e em público é alternativa sua.
As pessoas idealizam as outras, principalmente os ídolos, criam um personagem em torno deles e acham que eles têm que corresponder às suas expectativas. Ainda bem que sou a maior estrela de meus pais, a ídola dos meus amigos, e anônima pro resto do mundo. Porque deve ser muito complicado ser pressionada a ser o que algumas pessoas querem que seja. No final alguns aceitam viver assim, e só externalizam aquilo que lhe dará ibope, mas há quem diga não e consiga ser verdadeira, deixando vir à tona qualidades, defeitos e tudo o mais que forma um ser humano.
As pessoas usam a net pra ser o que não é, querem adicionar o máximo de pessoas nos contatos pra parecer popular, passam a foto no fotoshop para parecem lindas, enfim, é um instrumento de mascarar suas frustrações. E acham que todos devem ser tb assim.
Acho lamentável perder um canal tão interessante, onde já aprendi tanto com debates tão interessantes e às vezes até quentes (mas com respeito), mas tb ficarei feliz em saber que essas pessoas i-relevantes estarão longe daqui.

Então é isto, mim empolguei..rsrs

Deus abençoe a vc Iana, ti encha de sabedoria e bênçãos, e a todos os demais freqüentadores daqui fica meu abraço.

Priscila

Patricia said...

Iana,

entendi completamente suas palavras, e eu no seu lugar, acredito que ja teria dado um "basta" a tempos. Ninguém merece ter que ficar dando explicações de TUDO o que faz, só porque existem pessoas que querem saber. Em nenhum momento aqui eu vi vc se colocando como uma celebridade, no qual era obrigada a dar atenção e respostas sobre tudo da sua vida! Enfim, admiro sua paciência e sua inteligência nas palavras, e não deixe com que essas pessoas ocupem um espaço que não é delas, esse blog é seu, e vc fala, diz e responde o que quiser, e quem não estiver satisfeito, é só não aparecer por aqui, e tudo fica bem pra todos!
Bom eu continuarei vindo aqui, leio, as vezes comento, pego as coisas boas para mim, e as que as vezes não concordo deixo para lá, afinal somos diferentes não é?
E não se esqueça, você é muito mais que uma dança, um texto, uma foto... você é filha do Senhor e Ele sabe o seu valor!

Bjs! Patricia ;)

Thati Ana said...

Oi Iana. Passo toda semana por aqui mas nunca me manifestei. Hoje decidi sair do anonimato para dizer que gosto muito de acompanhar o seu blog! Também sou jovem, também participo de um ministério de dança, também gosto de escrever, também fiz faculdade,também sou cristã... e achei muito legal te encontrar neste mundo virtual, para saber que os jovens cristãos não são virtuais, mas REAIS, com todas as crises, imperfeições, e trabalhar de Deus, assim como acontece comigo.
Você tem sido um referencial na minha vida, em vários aspectos. Na minha igreja quase não há jovens, e por isto as vezes fico um pouco perdida sobre como é ser jovem e ser adoradora (administrando carreira, vida acadêmica e afins).
Já fui duas vezes ao Congresso de dança de vocês,buscando o renovo e o aprendizado. Foi muito bom!!!!Enfim, era isto. Só queria agradecer por você ter a coragem de se mostrar pelo seu blog! Através dele não me senti tão mais "crente-jovem-sozinha".
Ah, também tenho um blog, e as vezes também penso se vale mesmo a pena...
Forte abraço,(ah, e espero que você continue escrevendo por aqui!)
Thatiana Galante

Gabriela Liebert Marold :) said...

Entendi o motivo do seu desabafo e sinceramente acho que você não deve se importar com o que uma ou duas pessoas acham que sabem a seu respeito. O que eu mais gostei neste espaço é que não se trata de um diário de cunho trabalhista ou ministerial, mas é um espaço onde uma pessoa cheia de boas ideias as expõe. Creio que as pessoas que vêm aqui por esse motivo são bem maiores do que aquelas que não tem o que fazer e esperam desse blog algo diferente.
Um vez vivi algo semelhante onde uma menina que havia saído da minha igreja me escreveu uns e-mails cheios de ira, revelando ódio do meu ministério, de quem eu era e até da cerimônia do meu casamento - em que ela não foi convidada. Compartilhei isso com uma pessoa bem sábia e fiquei até mesmo com dúvidas sobre o meu comportamento, se havia falhado, se eu tinha culpa... Até que essa sábia me disse: - "Se não quer ser criticado não faça nada, não diga nada, em resumo, não seja nada."
Definitivamente eu não nasci prá ser um 'nada', como sei que voc~e também não! Por isso, continue sim com seus desabafos, com seus 'sim' 'sim' e 'não' 'não'. O mundo ainda precisa de pessoas que saibam pensar...

A propósito:
Vale a pena sim!

Um grande abraço.

Sah♥ said...

Bom dia!!!!!!!!!!Iana...tá pensando em para com tudo??? nem pense nissso!pois eu gosto muito de ler seus posts! pode parar com isso .. sei que muitos ficam falando coisas sobre vc.. mas sei la! acho que tem muito mais gente que te admira pelo que você é, faz e escreve! pelo menos eu.. e isso que nem te conheço!!!
deixo uma frase que achei muitooo interessante que eu li em um livro...

"pessoas precisam de pessoas para se tornarem pessoas!"

pois eh bixinho.. preciso de vc!(pelo menos virtualmente)

Otimo finalzinho de semana!

beijos sah!

Nana said...

Iana, texto muito bem escrito! Gostei e concordo com vc! Infelizmente as pessoas criam expectativas falsas, expectativas de que pessoas do grupo X só falariam em assuntos religiosos, por exemplo. O fato de vc ser do mesmo grupo a torna mais visível, imagina, eu moro em NY, e se não fosse o fato de vc fazer parte do tal grupo talvez eu nunca tivesse chegado ate o seu blog! Mas se vc escrevesse somente sobre o grupo e sua vida crista eu também não continuaria lendo. Não deixe que esse publico muitas vezes abitolado tire a sua paz. Tem gente que gosta de ler o que a Iana escreve!

Paula Mirandez said...

Iana, eu sempre acompanho seu blog..levei um susto quando li este texto (por sinal muito bem escrito como ja falaram aqui)
Eu sinto muito pelas pessoas nao entenderem que se trata de simplismente vc!! Eu sempre gostei do I-relevante pelo fato de ser um blog com textos maravilhosos de uma pessoa que tem sim o coração para Deus,mais sua vida não se resume em falar apenas isso.
Mesmo sem te conhecer , eu te admiro pela sua postura e lamento por aquelas pessoa que não sabem aproveitar um blog tão legal!!

se vc dar uma basta saiba que vai fazer falta!!

Paula

Joemaxon Ravaiano said...

Ui! Falou e disse Iana!
Reconheço que eu mesmo não te olhava muito como Iana, mas sim como a "menina que dança no grupo ...". Agora vou mudar, vou olhar pra você como a pessoa Iana, não como isso ou aquilo. Perdão, por favor!
Não vale à pena assumir a identidade que o povo quer que você assuma, você tem que ser a Iana que você quer ser mesmo, você!
Perdão, viu?!
Deus te abençoe!

Anonymous said...

Concordo com vc pq tenho passado por isso ultimamente, as pessoas acham que so pq danço tenho q ser "perfeita"(e olha q nem minha rua eu sou conhecida hein !!rsrrsrsrs), e fiquei muito magoada pelo q me falaram. Mas foi quando eu li aquela sua postagem sobre perdao q entendi q apesar dos meus defeitos e da maneira como as pessoas costumam me julgar Deus ainda assim quer q eu faça a diferença. Bom, o q vc escreve no blog eu tenho certeza q é o q muita gente muitas vezes precisa saber e aprender ( como foi o meu caso), admiro muito vc e grupo tbm, nao deixe com q certos comentários a façam desistir, ate pq ia ser uma pena nao poder mais ler o seu blog :(
Deus te abençoe e te dê forças Iana!

Gabriela

Nine said...

Se vc gosta do blog e do twitter, acho que o que não vale a pena é deixar essas coisas por algumas pessoas que não conseguem entender quem é você. É um ciclo vicioso, melhor não entrar nele.

Anonymous said...

TÓ VENDO Q AQUI Ñ SE PODE FALAR O Q PENSA Q LOGO AS PESSOAS SAEM COM 200 PEDRAS NA MÃO. Eu tb ñ quero q vc saia daqui Iana. Q bom q este assunto veio a tona p tanto aqueles q falaram aqui q muitas vezes ñ concordam com algumas coisas q vc escreve + q TEM RECEIO de se manifestarem e dizer o q pensam, como aqueles q ñ concordam e metem bronca. Discordar de alguém ñ significa desrespeitar o outro. Se a Iana fez o blog e o twitter, foi p ser lido por outros, certo? Aquele q escreve livros ou cartas ñ escreve só p si! Se escreveu e pq tem a intençao q os outros leem. Ou será q é só eu q leio? O blog é dela eu sei, mas os leitores somos nós! Se o autor fala algo q eu ou vcs ñ concordam, tenho certeza q ele ñ vai chorar na pia pq meia-dúzia de pessoas discordou da sua opinião e nunca + na vida escrever livros. Ahhhh meu!Para com isso! Vc. é uma menina inteligente, de personalidade forte, q tem respostas fantasticas mas por vezes qdo recebe criticas parece uma garotinha acuada. Mais uma vez reforço para os bajuladores de plantão que NÃO ESTOU difamando a Iana. Vc já foi em congressos, simposios? Já participou de forúns de discussões? Meu!!!! Se ninguém fala o q pensa NUNCA ninguem ira aprender com o outro, mesmo q ñ concorde. Nos forúns dá-se a impressão q um vai bater no outro. Mas ñ! É ingenuidade pensar assim!
A começar por mim: pq q as pessoas ñ são transparentes no seu modo de pensar? Concordam com tudo, sempre!!!!???? Nunca na vida discordaram com alguma coisa, de alguém??? Então pq ñ falam? Pq ñ expoem??? Por medo q pensem q só ela pensa assim os outros ñ???? Infelizmente as pessoas estam dentro de uma fôrma onde a sociedade dita o q elas têm q ser é como devem pensar, agir, vestir e etc.... Se dizerem e pensarem o contrário da massa são tachados como insanos, loucos e anormais. Tó falando mentira???? É só pesquisar! Entrem no Google minha gente! Como diz a Iana "Isso é utilidade pública".
Por nenhum momento fui desrespeitosa com vc .Só disse q ñ concordo com algumas das suas opiniões. Fiz mal em dizer? Assim como vc ñ esta preocupada em agradar os outros eu tb ñ estou preocupada em agradar a ninguem. Se alguém ñ concordar com a minha opinião, fazer o q né.. bom te ver, passar bem e até a próxima se quiser! Desde q me respeite, isso já é o bastante! É isso!

Rachel said...

Iana...

Mais uma vez BRILHANTE, ainda que desabafando...
Com relação ao motivo do desabafo, ora, se não existir exatamente o confronto, então as palavras perdem seu efeito de ser... E é isso que suas palavras instigam nas pessoas: CONFRONTO!
É claro que há os inconvenientes, mas isso não se restringe ao mundo virtual, unfortunatelly.
Adorei a sua colocação sobre o "vouyerismo" que o orkut é, mas discordo que seja só essa a finalidade dele. Tenho orkut e confesso o exibicionismo nato do brasileiro (por isso estamos no topo do ranking de inscritos no orkut NO MUNDO), mas pelo menos pra mim, serve como forma de aproximar os amigos e objetivar informações que poderiam demorar eras... Enfim.
NÃO PRIVE ÀQUELES QUE CONHECEM E DESFRUTAM DO SEU TRABALHO, DAS SUAS IDEIAS... NÃO PERMITA QUE A INCONVENIÊNCIA PERPÉTUA DE UNS, DESMORONE A ADMIRAÇÃO E FIDELIDADE DE OUTROS.

Eu amo suas ideias, é MUITO DIFÍCL achar tamanha personalidade e garra nos blogs que existem... Você vai marcar a geração ou vai se recolher ao sossego? rsrs HEIN?!!!

=)

Cida Gama said...

Ei Iana, vale a pena sim!

O fato de você ser muito querida incomoda algumas pessoas, mas faz parte da vida né! Infelizmente!

É triste eu sei, mas este tipo de coisa serve pra gente refletir e se fortalecer, porque existe cada coisa que a gente precisa enfrentar...

Dá uma olhada nos comentários anteriores, veja quantas pessoas passaram por aqui pra te felicitar, não é pra quem quêr é pra quem pode né, e você pode e mereçe!!

Beijos

Pequena em Detalhes said...

I..
Bom, foi vc que me deu a maior força para ter um blog né?!
E sou eu que te dou a maior força para não parar...
Sabe o que é..criticas e gente para botar defeito no que a gnt faz ou deixa de fazer, VAO SEMPRE EXISTIR.
E nós cristãos temos essa mania que achar que os crentes não vão nos decepcionar como os amigos do mundo..sabe o que, eles nos decepcionam do mesmo jeito. Estao todos sujeitos a errar e colocar espectativa em cima disso so traz frustração. (maldito o homem que cnfia no homem ne?)
Mas ó , sabe aquela história do "IDE"?? Vc tem ido, e te sido boa e agradável aos olhos do Pai, por isso...não PARA. A internet é um mero meio de comunicação, e como um meio de estrategia, podemos proclamar as NAÇÕES com esses chatinhos blogs e twitters da vida né?
Não para baby...
Voce é inteligente, sutil, sincera e tem Deus como base de vida...
mistura tudo e se joga!
Não deixa essas coisas abalarem viu?
"ao que muito é dado..muito é cobrado"
faz parte ok!?

beijoo e Deus te abencoe!
conte com muá!

Tatiana Santos said...

Pois é Iana, de qualquer maneira as pessoas te olham sempre como "a dançarina do Diante do Trono" e seu blog tem essa popularidade toda simplesmente pelo que vc é lá no DT e não pelo que vc é como pessoa. Infelizmente essa é a sua realidade. Até porque ninguém aqui te conhece particulamente.

Realmente isso não significa que as pessoas podem ou devem vir aqui dizer o que quiser, claro que não, como também não podem e nem devem exercer o mesmo no blog de ninguém, seja "famoso" ou um simples "anônimo"!

Particularmente eu não acho que Orkut não é uma boa ferramenta de relacionamento por que é sim. Depende do usuário e sua rede de amigos. Quem ele adiciona. O mesmo é com um blog ou um twitter da vida. Não quer turbulência? Não aceite certos comentários que prejudiquem sua auto-estima e sua imagem. Deleta. É simples. Como já foi dito aqui, as pessoas continuam vindo aqui no blog não pelo que vc é como "IANA" e sim por vc participar de um grupo que está na moda. Que está no auge da fama. Infelizmente. Que Sendo o contrário, tenho certeza que vc não teria nenhuma preocupação com tudo isso.

Uma coisa é certa: vc tem valores como qualquer outra pessoa. Como também tem defeitos como qualquer outro ser.
O fato é que, querendo ou não vcs são pessoas públicas, expostas e realmente as pessoas acham que qualquer ser famoso tem que ser perfeito. E não é. Eu sei disso. E essas pessoas Iana, infelizmente saõ os crentinhos de meia tigela, que criam um glamour, uma santidade e uma glória inadmissível e inexistente para com os seus “ídolos". Desculpa falar assim, mas isso é uma realidade que não podemos fugir do que é real. Vc sabe que existe isso tanto no meio secular como no mundinho pobre "gospel". Por que crente de verdade não se passa por isso, muito pelo contrário, ama a verdade, busca a verdadeira santidade e se afasta dos comportamentos mundanos, não os imita e sim faz a diferença. E acredite, vc pode sim se relacionar com pessoas de caráter aqui e pessoas que com o dia a dia te acolherão pelo que vc é, a Iana que tem mãe, pai, irmãos, que trabalha, que vive, que se delicia com brigadeiros, que erra, que acerta, que ama, que chora, que acolhe, que aconselha, que sente raiva, que perdoa, que se chateia... E que é amiga virtual de tantas! Estou mentindo? Acredito que não!

Oh, vale a pena sim!!

Se cuide e não DESISTA!!!
Minhas palavras são de coração, pode acreditar!

Beijos!
Fica na paz!

Giovanna Borgh said...

Estão te enchendo é?
Bem, vou te dar dicas de experiência própria!rs
Não aceite comentários maldosos. Críticas são legais, geram polêmicas, opiniões, mas maldade não é bom de cultivar.
Quanto mais aceitar comentários maldosos, mais eles virão. As pessoas se alimentam deste tipo de ofensa.
Infelizmente é verdade que existem pessoas que nos querem mal e nos invejam.
A inveja não é necessariamente algo que você almeja do outro, e sim, algo que você não quer que o outro tenha.

O fato de você ser "famosa" e seu público alvo ser em sua grande maioria pessoas com idéias conservadoras, os fazem ficar cheios de dúvidas em relação a sua pessoa. E falta compreensão para entenderem sua vida pessoal, sua formação e relacioná-la com o seu trabalho. Este assunto é tão chato, tão chato, mas está inserido no mundo "gospel".
O problema não está nos bastidores e sim, o que acontece na frente, em cima do placo. Uma bagunça de informações incoerentes e não humanas que tornam qualquer um alvo de críticas e julgamento.
O cristão virou santo perfeito e não pecador que busca a misericórida de Jesus.

Outra dica que te dou, é para tentar não expor a sua vida. Eu sou a favor de posts felizes, que dão testemunho de uma vida saudável, mas no geral, são estes que geram mais inveja.

Tente aplicar seu talento para críticas gerais, em assuntos que não se exponha tanto por um tempo.
E não aceite a opinião de pessoas maldosas. Um dia elas vão embora.

Infelizmente este é o preço que pagamos pela exposição. Mas não perca o seu talento principal, que é escrever.

E escrevendo textos edificantes, pode mudar o coração de alguns. Isto vale a pena!

beijos

Isabela said...

Olá!
Eu sempre venho por aqui. Nunca posto comentários.. não sei porque.
Mas enfim..
Ao ler seu post senti que devia falar o que penso.
Você não está aqui por acaso, algum proposito existe em tudo isso. Suas palavras alcaçam pessoas.
E saiba que, muitas coisas irão surgir para que você desista dos seus sonhos e dos seus projetos.
Persistaaa!
A única diferença do blog pra vida sem o blog, é que na vida fora da internet as pessoas não tem tanta coragem pra falar o que pensam de nós, ams elas pensam, e no blog elas falam.

Continue!
Acredito que o blog é apenas mais um degrau na sua vida, não desça e vire as costas pra essa escada que com certeza te levará longe!

=)

An? Meu nome? said...

Suas decisões são suas e como foi dito, intensa, densa e de palavras com o exato peso da sua personalidade.

Não sei, mas imagino o que você passa. Já presenciei pessoas dirigindo a você como se fosse uma "santa" com poderes sobrenaturais, quem sabe talvez a defensora do universo. E pude perceber o seu olhar de repugnância.

Sabe, não tem como evitar, as vezes expressamos nossas preferências e te preferi justamente pela densidade da sua personalidade.

♫ Eu sou diferente igual a todo mundo...♪

Samantha said...

Oi Iana.
Nunca havia comentado nada em seu blog, mas este último post me motivou a fazê-lo. Gostaria que soubesse que você e a Ana Paula, referências de pessoas para mim, motivaram-me a montar meu próprio blog. Na maioria das vezes não sabemos para quem estamos escrevendo. Diferentemente de você, o meu blog não é tão frequentado, mas continuo escrevendo na esperança de que minhas palavras possam ajudar alguém. Bem, não sei se minhas palavras farão difença, mas as suas fizeram para mim. Só para constar. Que Deus lhe dê paz em suas decisões. É o que mais queremos né? Que você tenha a paz que deseja, estará em minha oração!!!

Dani said...

Gente... é impressionante como as pessoas podem gerar vida ou morte com simples palavras...

Iana, criticas a vc já são quase rotineiras... Discordancias sempre geram atrito, mas tbm geram crescimento. Falta de educação e delicadeza geram feridas, que, se forem bem tratadas, tbm podem produzir crescimento.

Espero que vc consiga continuar (blog/twitter) apesar das ofensas disfarçadas de crítica (na verdade acho que são apenas tentativas de conseguir espaço, atenção e os 15 minutos de fama...) sempre vai ter gente assim no caminho.

Seu blog sempre é fonte de conhecimento. Sempre faz pensar. A falta do blog seria pior do que os desgastes causados por ele...

Pedido de leitora assídua: Não pára!!!

Ah!! Tá aceitando parabéns ainda ou o prazo já expirou????
Feliz Aniversário!! Super-atrasado, mas de coração... Vale???

bjão

Tatiana Santos said...

Iana, mudando o rumo da prosa desse post, tava lendo um post antigo do seu blog que me fez rir a bessa!!

O post falava do mico que vc pagou quando ia para o ponto de ônibus e sua sandália quebrou!!! Achei muito engraçado...rsrsrs!!!

Mas ô coisa chata não é? Ninguém merece mesmo, por mais que nos faça rir!! kkkk

Bejim pra ti!

Anelise said...

oi Iana,
Tô aqui lembrando que quado a internet explodiu, houve polêmica no meio evangélico, se era bom ou ruim. O tempo passou e hoje podemos concluir que a internet pode ser uma ferramenta tanto para o bem como para o mal. Nós, como cristãos, não podemos viver à margem dessa realidade. Temos que nos posicionar. Existem os 7 montes.... e um deles é a mídia. Precisamos de pessoas estratégicas que estejam a serviço do Reino e eu penso que você é uma dessas pessoas. Sinto dizer que se você acabar com o blog, o significado vai ser: entregou os pontos, amarelou. E, sinceramente, não acredito que seja do seu caráter.
A minha opinião é que você continue, sim. Vale a pena, sim. Ignore os comentários inconvenientes ou os críticos de plantão. Você é bênção! (P.S.: sou da IBL e esposa do Madson... vc conhece, né? Também espero te conhecer um dia......)

Karol - Simples Palavras said...

Iana imagino o quanto isso deve lhe encomodar, pois vê q as pessoas q muitas vezes vem ao seu blog não lhe tratam c/ delicadeza ou simplismente acham q lhe conheçe por lê algumas postagens suas,e se acham no direito de "dizer" como vc deveria agir ou como não deveria. Eu curto bastante seu blog e ele tem sido uma porta d DEus na minha vida, pq muitas atitudes minhas q não eram certas começaram a mudar e isso não significa q aceito tudo q vc escreve ou q estou lhe bajulando , mais q suas palavras tem trazido edificação na minha vida e isso não se resume só a minha vida c/ DEus mais em tudo.
Outra coisa ñ é pq vc faz parte do DT q tem q agir como as pessoas esperam pois ate Jesus n agradou a muito quanto mais nos seres humanos e falhos. Eu a vejo como serva de DEus´, pois s não fosse não estaria em um ministerio tão abençoado e não seria tão usada por DEus. Vc com serteza teve que deixar de fazer coisas que lhe agradavam para esta fazendo a voltade do SEnhor e tb para esta disposta a realizar a obra. Pois quantas pessoas cursando uma faculdade continuaram realizando a obra do SEnhor? São poucas, pq nos momentos q temos q nos dedicar mais aos nossos sonhos a primeira coisa q queremos abrir mão é a obra de DEus. Não falo de se desviar dos caminhos do SEnhor, mais de deixar de lado aquilo q DEus tem colocado nas nossas mãos naquele momento. Queremos deixar o ministerio q o SEnhor nos colocou na mão e outras coisas q ele nos entregou. Falo isso pq faço faculdade e já mim vê muitas vezes reclamando por não dá tempo de estudar o bastante. E vejo que suas renuncias valeram a pena pq hoje vc é exemplo de jornalista, de mulher de DEus, e como pessoa.
Escreve muito desculpa , mais falei aquilo que esta no meu coração. Por favor não deixe o blog pq como disse tem sido bênção na minha vida.
Bjos

Granma said...

Olá a todos,

Sobre o texto da Iana e tudo o que já foi escrito aqui, penso o seguinte: não acho que seja um direito meu ou de qualquer outra pessoa, agredir verbalmente o proprietário de um blog.
Mas por outro lado, o que se deve colocar em questão é: AGREDIR é uma coisa. DISCORDAR é outra bem diferente.

DISCORDAR é lícito. É aceitável e é honesto. Não vejo mal algum em ter outro ponto de vista e expressar que se pensa diferente.

O filósofo francês VOLTAIRE já havia dito, lá no século XVIII: "Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defenderei até a morte o direito de dizê-la".

Tiro meu chapéu p o princípio da LIBERDADE DE EXPRESSÃO. Só temos a ganhar com ela.

Por isso, quero destacar aqui que concordo com parte do que foi escrito acima, de que precisamos TOLERAR a opinião do outro.

O que tem acontecido lamentavelmente no seu blog, Iana, é que ele tem sido tomado por um FUNDAMENTALISMO OBSCURANTISTA. Sempre que alguém posta algo discordando de você ou criticando-a, um "exército" se levanta com fúria e desdém. Isso é ruim pra todos. Isso não faz ninguém crescer. Isso é ATRASO.

Sejamos mais tolerantes e compreensivos. Deixemos de lado essa tietagem teen e busquemos a imparcialidade.

Blog é espaço de opiniões que não precisam ser iguais.

Ninguém precisa concordar com a Iana o tempo todo, Paulo. Você também não.

Sejamos mais adultos.
Que Deus abençoe a todos,

Vivi

Leticia said...

Iana, não sei se isso muda alguma coisa, mas saiba que o que mais me atraiu em visitar seu blog quase que diariamente, é exatamente o fato de vc sair do esteriótipo "crente perfeito sempre". Vc tem opinião, vc não fala só evangeliquês, vc fala de outras coisas que não seja, o DT, a Ana, a igreja, Deus, o ministério, etc, etc, etc.
Posso até dizer que talvez Deus tenha usado seu blog, em um período em que eu olhava ao meu redor e só conseguia pensar "crente é MTO chato... o povo estranho", porque eu estava cansada das pessoas SEMPRE perfeitas, que nunca erravam e que não conseguiam se comunicar com o mundo! Resumindo... vc foi um ótimo exemplo de crente "pensante". Isso é incrível e o mundo precisa ver isso!
Meu pedido é... não pare de escrever no blog! Ele é 10! E realmente acredito que vc tenha mais bons frutos do que maus.
OBS.: Só para esclarer, eu sou cristão, mas passei e estou passando por uma fase introspectiva e revendo alguns posicionamentos.
Um gde bj e sinceramente desejo que vc não pára!

Wallan Cristhian said...

Interessante o post.
Tem hora tbm que eu tenho esse tipo de conflito : Porque eu estou fazendo isso?
Será que vale a pena?
Concordo plenamente com vc quando vc diz: " Na realidade não consigo entender porque o fato de eu dançar incomoda tanto. E aliás, porque essa parte da minha vida (que incrivelmente é a que menos me ocupa atualmente) me faz refém de coisas tão desnecessárias. Eu amo o que eu faço, mas o que eu faço não me faz. Seria muito fácil me apoiar nisso, mas a minha decisão diária é não o fazer. Minhas atividades não podem ser maiores que o meu caráter. O lugar onde eu trabalho não pode ser maior que as minhas ideias. O que vivi por 12 anos não pode ser mais importante do que 26."

Bom,no mais,amo muito o i-relevante,mas se for necessário parar,pare!
Se isso não te dá paz e você se sente infeliz,pare!
Abraços e me perdoe se um dia eu mencionei algo que você não gosotou!

Adriany Teixeira de Araújo said...

Engraçado neh?
falo falo falo me esponho! critico, não gosto, vc é "acuada" mas e o nome? e a assinatura? quem fala da a cara a tapa ne não???

liga não Iana...
vc é benção e tem seu direito de se sentir ofendida... ok
beijos

Leandro Neri said...

Ow, querida Iana!

Isso só acontece por causa dessa cultura "crentesca" i-racional e i-lógica em que se tornou o evangelicalismo no Brasil.
As pessoas confudiram salvação com perfeição. Confudem dar testemunho com antisocialismo.

E pelo fato de você fazer parte de um grupo famoso, as pessoas se acham no direito de cobrarem de você aquilo que elas querem ou acham certo, do jeito que elas querem, ainda que nem eas as consigam cumprir sempre.

Quer saber? Não se incomode com esse povo, não. Apesar dessa decadência, ainda tenho uma pequena fé de que um dia haverá amadurecimento e que as pessoas vão começar a ler suas bíblias e olhar pro seu próprio umbigo antes de se preocuparem em "exortar o irmão" (ou seja lá qual for o jargão evangélico que queiram usar).

Seu blog vale a pena sim!
São poucos os cristãos sensatos e sem medo de revelar suas fraquezas, principalmente quando os outros exigem sua força!

Já cresci e aprendi aqui!
E só uma curiosidade...
Minha mente preconceituosa poderia jurar que você era uma dessas crentes que estou a criticar...
E isso foi mudado através daqui mesmo quando uma amiga me mostrou o texto em que você disse algo assim: "Crente? Sou sim! Mas não do jeito que você está pensando."

Começo a perceber que o que importa realmente é a imagem que o "mundo" e "Deus" tem de nós... Fomos orientados a não causar "escândalos", mas a partir do momento em que a igreja escandaliza-se sozinha por costumes que ela mesma projetou, não creio que devemos gastar nossos esforços mais!

Um grande abraço, minha irmã!
(E perdão pelas tantas palavras...)
Espero que as possa ler...

Rodrigo said...

Geralmente fico de fora desses debates, mas como o seu post é um pergunta, acabei tentado a responder.

Iana, com o tempo venho aprendendo uma coisa: Onde quer que agente vá, seja na faculdade, trabalho, vizinhança, e outros, é bem provável que haverá alguém para nos criticar, tentar nos dar uma rasteira, invejar (não tenho a intenção de incluir a anônima ai de cima nesse grupo aqui), etc. E acredito que nesse mundo virtual que é a internet (que cada dia que passa vem tomando mais espaço em nossas vidas), a coisa funcione da mesma maneira. Levando em consideração que isso infelizmente é uma realidade imutável, penso que devemos aprender a conviver com coisas desse tipo. Uma vez ouvi um pastor falar uma verdade “Devemos aprender a conviver com o nosso vizinho invejoso”. A existência deles é inevitável.

Eu particularmente me identifico muito com você em alguns pontos, tipo, não tenho paciência com certas coisas. Às vezes temos que ter sim, uma atitude mais dura, mais firme, porque infelizmente, há pessoas que só assim conseguem entender que estão sendo inconvenientes (e olhe lá). E isso com certeza será interpretado por algumas pessoas, como grosseria ou falta de educação.

Concordo quando algumas pessoas dizem que existem bajulações exageradas com relação a você (e suas irmãs). Mas o que fazer em casos como esse? Se você corta, te chamam de grossa e mal-agradecida. Se você deixa dizem que está alimentando a idolatria na igreja. Complicado. Não tem como agradar todos os seres humanos. Como diz um ditado popular ai, se nem Jesus que era perfeito, conseguiu agradar a todos. Imagine agente, com todas as nossas limitações.

Mas mesmo diante de tudo isso, acredito que tem muita gente massa que curte o seu blog. Pessoas que concordam e discordam com educação e respeito. E se você olhar por esse lado acredito que valha a pena sim. Pelo menos em minha opinião. Acho paia você ter que se desfazer de algo que você goste tanto, por causa desse tipo de situação (isso sim, não vale a pena). Releva. Não será a primeira e nem a ultima vez que será criticada. Siga em frente com o seu blog com o seu twitter, e não cancela não.

Conselho: Não leve em consideração os comentários de pessoas anônimas. Até porque pessoas assim por mais educadas que sejam, não têm moral pra falar em sinceridade e transparência. Já que não tem coragem de postar o próprio nome. Que tipo de sinceridade é essa? Pra mim é no mínimo estranho. Essas pessoas não existem, não têm identidade, logo, devem ser ignoradas.

Mais uma vez eu lhe parabenizo pelo seu aniversário (faço 26 também, agora em setembro) e peço desculpas se falei demais, sofro desse mal.

Patrícia said...

Ah,Iana,acho uma pena vc parar com o blog.Mas se está deixando-a infeliz,faça o que manda seu coração.Eu gosto muito de ler suas palavras,acho vc inteligentíssima e sei que pode passar por tudo isso de cabeça erguida.Tem uma música da Fernanda Brum que diz "palavras não me fazem mais perder o chão..." Bola pra frente,linda.
Patrícia de Brito

Alini said...

Ola Iana

Um post muito expressativo.Infelizmente é a realidade dos fatos as pessoas nos enxerga no que fazemos e nao o que somos...

Aqui pude ver e conhecer a verdadeira Iana nao akela que vejo noS dvds do Dt mas uma Iana humana pessoa que tem todos os defeitos e qualidades que uma pessoa qualquer pode ter.
Eu lembro qdo vc tinha seu orkut eu pedi pra vc me add ate acho que nao esse ultimo que vc tinha mas um que vc fez muitos anos atras logo que saiu a moda do orkut.Lembro me que vc foi toda simpatica me dizendo que so add pessoas conhecidas e te compreendir.Antigamente o orkut era privilegio de poucas pessoas hoje qualquer um faz.O pior de tudo invade a vida das pessoas sem pedir licença
Tbem me lembro do fotolog da Imandade era muito legal mas que invejam tinham ne

Uma coisa costumo dizer so orar por essas pessoas nao é por causa de invejosos que nao vamos desfrutar de coisas legais da vida

So uma perguntinha basica vc vai fechar o blog? Seria uma pena e fikarei triste pois aki é uma benção....

Um GRANDE BJO

FIKE NA PAZ

Julaina said...

Olá Iana, sempre acompanho seu blog lendo as matérias que add mais há um tempo que não escrevo um comentário, foi então que me resolvi escrever quando vi seu último post. Acho que uma das coisas que mais chamou minha atenção no seu bolg foi exatamente isso, você deixar expresso quem você é e não da ênfase ao que você faz... e o fato de você ser você mesma pode chocar, como me chocou algumas vezes entrentanto faz de você alguém qeu não está preocupada em impressionar por fazer parte de um grupo tão influente e coisas desse tipo... sabe as vezes acho que nós cristãos temos uma tendência de nos preocuparmos mais com o que queremos que as pessoas sejam do qeu olhar de fato quem elas são... não somos tolerantes com as fraquezas do outro ou com os pontos em que discordamos e isso muitas vezes acaba sendo determinante para uma pessoa ser ou não santa, ser ou não benção e coisas semelhantes... Acredito que o segredo do verdadeiro cristianismo é amarmos uns aos outros assim como a nós mesmos. Para mim sincermente vc é uma benção independente do que faça, escreva... você é minha irmã de sangue (o sangue do Cordeiro) e isso é tudo, se gosta de carne, de frango, se gosta de rock ou clássico, não importa é minhã irmã, faz parte do mesmo corpo e isso é tudo! Deus abençoe sua vida e te faça trilhar extamente o cmainho que Ele tem para ti... no amor de Crsito amo muito você e acredite depois de hoje bem mais!!! De alguém que é muito edificada pela sua vida mesmo sem ao menos ter tido um contato direto cm vc!!!! Juliana Tito

Fernanda Martins said...

Ola Iana... Preciso dizer que senti um forte tristeza quando li que você pensa em não ter mais o blog. Eu o acompanho desde o início e gosto muito de ler suas reflexões. Acho bom....Sempre pensei em comentar mas nunca comentei não sei porque...mas diante deste último post não poderia deixar de fazê-lo. Por favor, não pare!!! Que Deus continue a abençoar muito sua vida.
Beijos!
Fernanda

hadassa said...

Gosto do seu blog pq aki vc fala sobre tdo !! E acho q aki eh um lugar para vc mostrar a " Iana " e naum a filha da Isabel Coimbra q dança ... as pessoas naum tem nda a ver com a sua vida ! Vc eh um referencial para vida de mtos , sim , pois afinal vc faz parte de um ministerio abençoado , conhecido e visto por tdo o Brasil . Acho mto legal conheçer a Iana . Vc escreve super bem , e qndo leio seu blog a minha mente se abre . BOm e isso Iana . Penso q seu blog eh um lugar para vc fazer oq gosta q eh escrever e isso naum pode te causar um stress .

Bjaoooo no seu coraçãooooo

Hadassa

Carol said...

Não sei se vale a pena ou não. Mas pensando sobre tudo isso, tentei analisar algumas coisas. Primeiro acho que sua posição diante do Orkut foi bem pessoal, eu não tomei como agressão a quem usa, foi sua experiência e acredito que foi bem difícil para você. Agora quanto o fato de ter Blog ou Twitter ser uma exposição (como alguns pensam), discordo. Eu, pelo menos, levo como uma maneira de desabafar e registrar meus pensamentos, e ninguém é obrigado ler. Acho legal quando me expresso no Twitter e recebo uma resposta bacana, inteligente e até engraçada, isso alegra meus dias. Mas agora ser exposto ou não, sinceramente eu acho que a VIDA no seu todo é uma exposição, e isso não dá o direito das pessoas se manifestarem da forma que querem e dá maneira que desejam contra ou a favor de alguém. Digo isso porque trabalhei para a minha pastora. Conviver todos os dias com ela, me “obrigou” a conhecer seu temperamento, suas posições, suas loucuras, mas isso não me deu o direito de julgá-la, e até mesmo opinar sobre como ela é ou deveria ser. Ela só estava trabalhando, mas sua vida era exposta pra mim, sem pretensão. Eu poderia pensar “mas pô ela pastora! Deveria agir diferente!” mas não cabe a mim, dizer a ela “você é assim ou assado, deveria agir diferente e etc...”. Quanto a resposta de comentários, se criou uma certa expectativa de retorno, mas lembrando que ninguém é obrigado a comentar e muito menos a Iana obrigada a responder. E sobre liberdade de expressão, vamos ser bem neutros, se acham que alguns que discordam devem ser respeitados, também vamos respeitar quem é denominado “tiete” (que eu não sei qual o critério utilizado) da mesma forma. Agora agredir tanto a Iana, quantos uns aos outros é chato para caramba!

p.s: as vezes respondo algumas de suas “publicações no Twitter”, mas aparece pra vc mesmo que vc não me siga? (santa ignorância né! Rsrsr)

ALSGuerra said...

Sabe Iana, desde que vi seu Blog pela primeira vez, sempre passo para ver se tem algo novo. Simplesmente amo seus textos, você escreve super bem. Seus textos nos fazem rir, chorar, repletir, viajar.

Sou mineira também e acompanho o DT desde sempre. Sempre admirei o quanto Deus os usa, tanto os musicos como vcs do mudança, mas sinceramente vejo o mudança como o grupo mudança, não pessoas isoladas. É claro que sei quem é a Isabel Coimbra, também não sou tao desligada assim. O quero dizer com tudo isso é que vim te "conhecer" aqui em seu blog. Você é transparente em seus textos, mostra como é dentro dos seus limites. Você deixa transparecer seu lado amiga, filha, familia, serva de Deus, humana, você deixa transparecer vocÊ - a Iana.

Eu sinceramente não gostaria que parasse de escrever aqui, mas se isso trará paz pra vc, alegria ao teu coração e descanso pra sua vida, pare já.

Caso faça isso, deixo aqui meu email analuizaguerra@yahoo.com.br

Gostaria de ter contato com vc. Realmente suas palavras me edificam.

Se cuide.

Viva a cada dia sendo o que és. As dificuldades virão, as criticas virão, mas no fim quem irá balançar a bandeira da vitoria é vc moça.

Fique com Deus.

Um grande abraço

*Nán!nh@* said...

Infelizmente sobram pessoas para julgar e criticar. Entendo como você se sente em relação a essa "cobrança", devido à ligação com o DT. Antes, eu te admirava de uma forma restrita, somente como bailarina.
Hoje, quando acesso este blog diariamente, enxergo uma jovem que ama escrever e tem o dom de fazê-lo. Como colega de profissão, gostaria de aprender a me expressar tão bem quanto você!
Tuas opiniões refletem uma personalidade forte e, por isso, te peço que não deixe estes comentários te irritarem.
Te amo em Cristo e, independentemente de concordar o não contigo em algumas coisas, sempre te admirei. Afinal, nem Jesus agradou a todos, né?

PS: vou te procurar no Twitter... ok?

Paulo Victor said...

Vivi,

concordo com você. Todos temos o direito de maniferstarmo-nos livremente, sem sermos moldados e/ou forçados a concordar com ninguém o tempo todo.

E quem diz que concordo com a Iana, em todas as situações, não sabe definitivamente o que fala. E, da mesma forma, não compactuo com o posicionamento das gurias que resolveram aqui se manifestar nos últimos tempos. E deixei bem claro o motivo pelo qual o faço.

Não me expressei levantando bandeira em defesa da Iana. Tampouco critiquei aqueles que não assinam embaixo do que ela escreve. Como falei lá no meu outro comentário, a minha crítica é para o comportamento de se tentar mudar o modo de agir do outro; de se exigir que alguém responda assim ou assado, ande desse jeito ou daquele, fale sobre isso ou aquilo.

Na boa, se você tivesse um blog com coisas interessantes, ao qual muitas pessoas tivessem acesso (talvez até o tenha), gostaria de receber perguntas de cunho demasiado pessoal, como essas meninas exigem resposta da Iana? E ainda que você fosse amplamente conhecida por alguma outra atividade que faz, não poderia a si reservar o direito de não precisar tocar em determinados assuntos?

Repito, o que não concordo é com essa tentativa de (e insistência em) se manipular o comportamento alheio, ou com os chiliques de quem porventura não tenha tido a resposta que desejava ao seu comentário.

Abraço.

Tatiana Santos said...

Ai gente, tá bom dessa história!!
Que saco!
Chega!!
Vamos ser feliz!
Cada um já expôs sua opnião! Ponto final!

Iana, sinceramente eu acho que vc mesmo poderia dá um basta nisso!
Não sei como vc aguenta!
Não dê mais corda para o assunto!
Vamos mudar o disco que o mundo tá aí girando e a gente aqui nesse blá, blá, blá, blá...
Eu acredito que pra evitar esse tipo de zum, zum, é não aceitar certos tipos de comentários que te agridam ou te ofendam, por que aí, se levantam os tietes defensores de plantão que não aceitam o contrário de suas opniões, os que concordam e os que discordam com sinceridade a respeito do post e aí vira aquela salada de fruta fugindo do real sentido do post citado.

Repito, vale a pena!

Beijos procê mineira!

:)

O problema são as pessoas que não aceitam as opniões e as critícas dos outros, agem com infantilidade e com imparcialidade.

Mas vamos pra frente, ficar parado discutindo só leva a mais ofensas e intrigas, acredito que isso não é o objetivo do blog.

Paloma said...

Chato ver isso aqui! tive que ler os comments do post anterior para entender! Não sou evangélica, não conheço seu trabalho, venho aqui apenas porque gosto do que vc escreve e como escreve, espero que não acabe!

bjoss

Paulo :) said...

Iana como sempre falo: Sou edificado por seus posts...

Continue sendo você. Não temos a obrigação de agradar a todos... gostar ou não gostar, isso faz parte, mas continue. Você é benção na vida de muitos!

Abraços.

Paulo - Mudança

Patricia said...

CONCORDOOOOOOOOOO!

CHEGA desse assunto! ja deu o que tinha que dar!

e vamos viver a vida!

bjuus ;)

Janine said...

Ah, eu amo seu blog. Confesso, que não tenho paciencia pra ficar lendo blogs por ai, até pq hoje em dia é tanta informação. E sinceramente eu somente o acompanho, justamente por que vc é critica, cristã e inteligente. Mente aberta. Amo conhecer cristãos assim. Alias, espero ser, dentro da minha área (psicologia) o que vejo que vc é em jornalismo. Precisamos sair da nossa fôrma pré-estabelecida. Sem perder, claro, a essência. Espero que continue por aqui. Beijos, Janine

Luiza Bernardo said...

Oi Iana!!
Parabéns pelo "niver" e te desejo um SHALOM!!
Meu marido me explicou que "shalom" hoje em dia é...
"A paz" "Que bom te ver com saúde" "Que bom te ver inteiro"!
Talvez você saiba d+ algum significado desta palavra hebraica, mas o legal é te ver aqui "inteira", literalmente falando amada!
Tão pegando pesado com vc, né!?
Deu pra perceber!
Mas continue sendo inteira e escrevendo para nós seus leitores que te enxergam além das letras! rsrsrs
Bjs bjs bjs
Com amor de Cristo e em Cristo.
Luiza Bernardo

PRISCILA said...

Concordo com a Pati e a Tati, é isso aí meninas, vamos sair dessa, avante I-relevante!

Amanda said...

Iana...
Entro quase todos os dias no seu blog, adoro o i-relevante, mas é o meu primeiro comentário aqui. Não pude deixar de falar que fiquei indignada com o que andou acontecendo por aqui.
Sabe Iana, eu não sou conhecida como você, meu blog não tem tantos acessos como o seu, mas quando eu o criei, recebi críticas logo na primeira semana. Eu não me importei, pois percebi que quando estamos fazendo algo pra Deus, as críticas vêm mesmo para nos derrubar! Não desanime, nem sequer chegue a pensar se você fez algo de errado, pois Deus conhece o seu coração e é isso que importa.
Eu aposto que já te falaram isso, mas vale a pena lembrar: Acho que você sabe o nome disso não é? INVEJA!!!

Que Deus continue te abençoando.
Espero algum dia poder conhecê-la pessoalmente, pois eu amo muito a sua vida, mesmo sem nunca ter falado com você!

Não exclui o blog não... pq o tanto de pessoas que te criticam nem se compara com aqueles que entram aqui todos os dias para buscar as palavras que vêm de você, inspiradas pelo Senhor!

Um beijo!!!
Deus te abençoe!

Passa no meu blog, se tiver um tempinho... =)
amandameroti.wordpress.com

miss sil pati said...

por essas e outras aprendi a calar

Vanessa Trotta said...

Ianaaaaaa, incomode essas pessoas mesmoooooo!
Lembre-se que Jesus sempre incomodou quando esteve entre nós!
O que importa mesmo é que as pessoas que te amam sempre estarão do seu lado aprendendo a crescer com vc!

Um beijo!

Wesley said...

Sabe o que mais me irrita quando vejo textos como o seu? É saber que por causa de "super-crentes" a gente tem que ficar falando: "eu sou assim, eu não preciso ser do jeito que vocês pensam que tenho que ser" eeeeeeeenfim,queria só deixar registrado isso.

Rebecca said...

Aiii.. a pessoa pára de fazer tudo, visita sua página de relacionamentos só pra criticar? Desocupada é ela hein? rs.. É incrível como os cristãos deixaram de olhar para Cristo pra simplesmente olhar a vida alheia. É muito bom poder compartilhar seus pensamentos com os outros, isso sim vale a pena. Pessoas que tem um "lugar" em determinado grupo que se destaca pelo que faz de melhor, são rotuladas, quando simplesmente deveriam servir como exemplo de que: Deus usa quem Ele quer, da maneira que quer e como Ele quer, independente do que faz, do que é, do que se gosta. Sei bem o que é isso porque "sofro" críticas parecidas e nem sou do MUDANÇA, muito menos do DT (kkkkk). Mas enfim flor.. concordo contigo! Que o Senhor possa te usar ainda mais, seja em casa, no trabalho, numa simples conversa, num post, na igreja ou num palco. O que determina quem você é, é o seu caráter em Cristo.

Fica na paz
Um cheiro!

(Rebecca - Recife)

Danilo Fernandes said...

Oi Iana!

Lindo o seu blog. Pessoal e ao mesmo tempo relevante para todos os sensiveis. Vesti a camisa e te segui.

E, aproveitando, apresento o Genizah: Um blog cristão diferente que oferece ótimo conteúdo protestante, muito humor e bom combate às heresias e ao sincretismo que vem solapando a igreja evangélica.

Vamos nos seguir. Te vejo por lá!

A Paz e o Bem!

Abraços,

Danilo Fernandes

http://www.genizahvirtual.com/

Cristina said...

Sinto muito pelos inúmeros de comentários abusivos que você deve receber diariamente. Mas considere quantas vidas não são abençoadas por muitos dos seus posts. E futuramente, quem sabe muitos dos leitores que necessitam da misericórdia do Senhor não serão de alcançados. Como você é uma alguém que lida com a mídia sempre haverá criticas tanto construtivas quanto destrutivas e infelizmente você terá que “suportar seus leitores em amor”. Há muito tempo parei de me preocupar com as perseguições que sofria no decorrer da minha vida. Claro que meu maior zelo sempre tem sido o de nunca envergonhar o evangelho. Às vezes não é fácil, pois a cada marretada que levamos pensamos em desistir. Que Deus esteja consolando seu coração a cada tribulação que passar. Um beijo grande. Nós amamos você e toda a sua família.
p.s. esse comentário é pra você. Não para o público.
Não sei por que, mas senti vontade de te falar isso. Que Deus te abençoe querida. Que a recompensa de ter Cristo em sua vida seja maior do que qualquer obstáculo que passar pela frente.