Friday, January 4, 2008

Eu e meu amor pelos livros...

Amo ler e esse é um vício que carrego comigo de pequena. Me lembro perfeitamente do primeiro livro que li na vida, aos sete anos de idade. Ele se chama No reino perdido do Beleléu - uma história fantástica sobre para onde vão todas as coisas que as crianças perdem na vida (lembra-se da expressão?). Quem me presenteou foi meu primo Rafael, que aos nove anos, sempre ia para a casa da minha vó com um livro debaixo do braço. Eu até tentava, mas não conseguia entender porque ele gostava de ler tanto - o que era motivo de muito orgulho para meu avô.


- É porque você ainda não leu nada com o que o se indentificasse. Foi o que ele me disse um dia. Bingo! Palavras de sabedoria de um garotinho!

-Toma. Fica com este. Acho que você vai gostar. Você perde tudo mesmo. Acho que suas coisas estão todas no Beleléu!

E foi assim que ganhei meu primeiro livro. De lá para cá me apaixonei de tal forma pelas palavras que me formei em jornalismo. Já o Rafa escolheu o caminho da medicina. Mas de uma forma ou de outra, aquele primeiro presente determinou muita coisa na minha vida. Em todos os natais e aniversários dali em diante passei a ganhar pelo menos um título, que me levaram a adquirir outros e por aí vai. E digo de passagem, morro de ciúmes de todos eles!

Recentemente li diversos livros incríveis: Marley & Eu, O diabo veste prada, O Jesus que eu nunca conheci, O caçador de pipas, A menina que roubava livros, A walk to remember, Finding favor with the king, e muuuitos outros sobre marketing, comunicação, gestão de pessoas, etc. Mas o mais interessante é que nunca me esqueci do No reino perdido do Beleléu.

Então, quando me perguntam como consigo ler tanto e tão rápido, lembro dessa historinha. Mas quando sou questionada por algumas pessoas sobre o porquê delas não gostarem de ler, repito as sábias palavras do meu primo, aos nove anos de idade: "-É porque você ainda não leu nada com o que o se indentificasse". Fica aí a dica para o ano novo.
Ah! Esse aí do lado é o Rafa, dançando comigo a valsa no meu baile de formatura da faculdade há dois anos atrás.

6 comments:

Bruna Souza said...

Também amo livros! São sensacionais. E nos dão a oportunidade de viajar para lugares inusitados...

Beijos Iana, e um lindo 2008!

Tábata said...

Também sou fascinada por livros, desde pequena sem o incentivo de ninguem comecei a ler...com certeza foi o principal motivo pra eu tbm ingressar na faculdade jornalismo, mas infelizmente não pude continuar...
Ahhh o primeiro livro q li foi: "O palhaço que nasceu d'uma lágrima"

Até!

Clayton said...

Iana, muito legal seu blog, mt inteligente e autêntico. Tenho aprendido bastante coisa com vc. Que Deus continue te aperfeioçando!
PS: Dá orgulho ver cristãos como vc, que é muito culta! hehe

Iana Coimbra said...

Gente,

Como sempre, valeu pelos comentários.

Clayton: Valeu pelo elogio! hehehe

Marcelão said...

Eu também sou um avestruz de literatura... literalmente. Meu primeiro livro de 2008 é o "A Menina Que roubava Livros" por indicação da Gabi. Depois vou postar minha lista desse ano la no blog. Faço minhas as palavras do Creiton! :0)

Gabi said...

Iana, tb adoooorooo ler! Mas o hábito não surgiu na infância não, e sim na adolescência por influência de uam professora de português que levava todos os livros q ela tinha da coleção vagalume pra emprestar pros alunos. Nesse ano que tive aula com ela, perdi as contas de qtos livros li e desde então não consigo mais ficar sem ler um livro. Atualmente estou lendo Cem anos de solidão do Gabriel Garcia Márquez. Se vc ainda não leu, fica aí uma dica.

bjus!