Friday, May 8, 2009

Eu sei

Eu sei que falei que daria um tempo por aqui, e irei. Mas hoje vi esses dois vídeos e não podia deixar de postar. Uma vez li em algum lugar que é muito fácil defender o aborto quando se já nasceu.

Bom, não vou colocar minha opinião pessoal. Deixo a Gianna fazer isso. E ela faz muito bem.

Enjoy it.



42 comments:

Ana Cláudia said...

Vc podia não tê-lo aceitado, nem publicado. Mas... sem ressentimentos, ok?

RAPdura com Caviar said...

Ai tem gente que realmente não percebe que está sobrando, leitores baba-ovo? Ora francamente! Admirar alguém que sabe como ninguém trabalhar com as palavras não é puxação de saco, enfim, sempre estarei por aqui aguardando a sua volta.

Beijão

Deus te abençoe!♥

Wallan Cristhian said...

Que legal esse tema,tudo a ver comigo!

Adriany said...

Iana
Perfeito... lindo testemunho... esse é o nosso Deus...
Beijos

Tatiana Santos said...

Iana, gostei do vídeo!!

Particulamente, me edificou bastante pelo fato da importância que Deus tem a respeito das nossas vidas! Ele luta por nós, mesmo quando nossos ossos ainda estão informes! É incrível como o amor de Deus é inexplicável, incomparável e incondicional! Somos a menina de seus olhos! E temos que viver realmente pra fazer Deus sorrir, satisfazê-lo com toda nossa força! Devemos ser promotores da vida, assim como a Gianna tem feito, pois a vida está em nós através de Cristo!

Vamos viver intensamente para Cristo e orar pelas vidas que inocentemente vem sendo ameaçada de forma cruel, por pessoas que se acham fortes e poderosa demais para tirar o fôlego de vida dessas pessoas que Deus ama tanto.

Um abração e bom final de semana baixinha!

Besos!

:)

#Jimmy° said...

Que vídeo!!! Muito massa! Acho que todas as pessoas que apoiam a legalização do aborto devem assistir esse vídeo! Além de elogiar se post Iana, eu também queria pedir autorização para copiar seu post para o meu blog, com as devidas referências ao seu blog!Posso? Por fim, parabéns pelo excelente post!

Luana e Luma said...

Olham Iana..
sobre o post anterior, simplesmente querems te dizr q vc ns surpreende.

Sinceramente essa sabedoria pela qual vc responde cada "besteira" q certas psoas q n tem nada p fazer fazem, simplesmente é um exemplo p nós.

O q faz uma psoa pensar em ler o seu blog, ver cada comentario, em escrever comentario tao semm "logica" (p ser menos critica), e nao querer q vc publique.

Sinceramnte......sem resposta p essas certas pasoas!

Haaa e cm falou Drielle no post anteior se "baba ovo puxa saco" for um modo de admirar uma psoa e seguir seu blog, entao nós somos simplesmente ISSO!!

Nos perdoe se fomos muito dura em falar aqui, ok?!

Que Deus te abençoe a cada dia mais e mais!

Bjus

Ricardo Moraleida said...

Iana, a questão do aborto é muito mais ampla do que os vídeos mostram. O aborto é um problema de saúde pública muito maior do que um problema de opinião pessoal. Felizmente, já é uma discussão antiga o suficiente pra que os dois grupos se organizassem em seus discursos e aprendessem a ser minimamente civilizados nas suas discussões, mas não podemos tratar o assunto como uma questão só legal, só religiosa, só social, só política, só qquer coisa.

Pensa bem. Os dois grupos que lutam nessa questão se chamam "pró-vida" e "pró-escolha". Acho os nomes muito felizes no que querem dizer. Os primeiros querem a vida, os nascimentos, doa a quem doer, custe o que custar - e estão organizados políticamente pra fazer isso acontecer - inclusive com seus lados extremistas passando por cima de convenções internacionais sobre fetos anencéfalos, estupro, risco de vida da mãe, etc.

Os outros estão buscando um diálogo no sentido de que ser "contra-a-escolha" não lá uma coisa muito inteligente a se fazer, principalmente em uma questão afeta a sociedade como um todo. A interrupção da gravidez já é prevista em lei em alguns casos. O que eles querem é que a lei se estenda para permitir a consideração de outros fatores tão lícitos quanto >> Chamá-los de "pro-aborto" é ao mesmo tempo um erro técnico e uma estratégia baixa do grupo "pró-vida", numa tentativa de desqualificar o outro lado.

Hoje a lei trata o risco de vida da mãe como uma questão médica: "se a mãe vai morrer, ela pode abortar - se a gravidez for ocasionada por violência sexual, também". Se passarmos a ver o risco de vida da mãe como uma questão social: "o que vai acontecer com essa mãe, com essa família e com essa criança se ela abortar ou não?", passaremos a tratar das pessoas, e não das situações. E aí acho que temos mais chances de acertar nas escolhas.

Eu sou 'pró-escolha', de carteirinha, da mesma forma como eu sou 'pro-camisinha', 'pró-educação', 'pró-saúde' e tudo o mais que indique que com um pouquinho de pensamento e olho no futuro, nós poderemos ter uma sociedade mais saudável mesmo antes de ficarmos velhinhos demais. MAS ao mesmo tempo em que eu sou 'pró-escolha', eu provavelmente nunca seria capaz de recomendar um aborto de um filho meu - considerando a minha situação social, pessoal, situacional hoje. Mas eu entendo que essa será, se for o caso, uma questão minha com a mãe da criança, não uma questão de caixinhas onde vc joga os casos "risco de morte" / "violência" / "todos os outros" >> a classificação em caixinhas não funciona, vide o número de abortos clandestinos no país hoje. Vamos botar o exército na rua pra proibir?

O discurso do vídeo é bonito, não posso negar. Mas ele só se aplica a um grupo específico que acredita naqueles valores cristãos que estão ali. Eu, do lado de cá, entendo esses valores pela minha história de vida, mas NÃO ACEITO que as regras da minha sociedade sejam ditadas por eles, uma vez que eles não me representam. Eu não me sinto representado ali e querer que eu aceite argumentos baseados em uma crença que eu não compartilho é uma violência contra mim como cidadão, entende? Por isso a questão da escolha é importante.

eu sei que vc já ouviu isso tudo antes... mas ah.. eu gosto de escrever, fazer o q? :P

Ivy Garcia said...

Tremendo!!!

Paulo said...

Nossa Iana d+++!Muito bom!
Abraços

Lu De Oliveira said...

Impactante, marcante, chocante e totalmente relevante.
Essas foram as expressões que passaram pela minha mente ao ser confrontada com o testemunho dessa jovem.
Esse é um assunto que mexe bastante comigo, pois minha mãe mesmo recebeu conselhos pra fazer aborto ao descobrir que, com 16 anos, estava grávida. Foi discriminada, amaldiçoada...
Então conheceu Jesus nesse período e foi acompanhada pelos pastores. Lutou contra todos e quase morreu junto com a criança durante o parto. Sacrificou-se, para trazer essa criança ao mundo. Prosseguiu quando queriam que ela retrocedesse. Mas descobriu que Deus tinha sonhos lindos e incríveis na vida dela e na minha vida!
Compartilhar sobre isso hoje me traz alegria! Porque conheço o poder transformador de Jesus! Ele pode transformar REALMENTE maldição em benção! Ele pode curar qualquer ferida.
O mais triste é saber coisas assim acontecem diariamente. Histórias assim estão por toda parte. Meninas, que por falta de estrutura familiar e de informação, acabam ficando grávidas e não tem a mínima idéia do que é gerar um bebê.
Ás vezes alguns podem pensar que é impossível ser mal-informado num mundo tão moderno. Mas o que a mídia prega é o “sexo seguro”, o “aqui e agora”, isso é o que conta e "o resto não importa, afinal a vida não é sua e o corpo é seu..." Informação deturpada é o mesmo que falta de informação, não é?
Eu me pergunto, qual é nossa função como IGREJA?
Temas como sexo, aborto, abuso sexual ainda são tabus na maioria das igrejas. É desconfortável e vergonhoso ouvir esse “tipo de coisa” na igreja. Então, não é de se assustar que nessas mesmas igrejas, o número de jovens que ficam grávidas e muitas vezes interrompam a gravidez, cresça tanto. Porque muito se fala em santidade e pureza sexual, mas pouco é feito para conscientizar e esclarecer o que isso de fato significa. Muitos “pode/näo- pode”, mas o porquê não é esclarecido.
Almas estão gritando por ajuda e socorro! Eu já fui uma dessas que sorria com os lábios, levantava as mãos em “adoração” mas que tinha uma alma despedaçada e que GRITAVA por socorro. Vestia uma capa de CRENTE e uma máscara religiosa e me portava como se NADA me afetasse. Quando na realidade TUDO me machucava.
Acho que é hora de abrir a boca mesmo e não temer em testemunhar aquilo que Deus tem feito. Que o medo de “manchar” nossa reputação não nos impeça de falar às pessoas de ONDE o Senhor nos resgatou. Afinal, Jesus não temeu por sua reputação por amor a nós.
Oro para que Deus levante pessoas ousadas, dispostas a falar aquilo que ninguém quer ouvir. Dispostas a ir onde ninguém quer ir. Dispostas a fazer a Sua vontade, mesmo sob críticas.
Oro também para que o véu da religiosidade seja rasgado!

Beijos!
Luanna

PS: Enorme, eu sei, mas precisava abrir a minha boca! ;)

aNa CaRoLiNa said...

Faz um tempo que não comento aqui.
E o comentário não é sobre esse novo post.
Apesar de tÊ-lo amado.
É sobre crepúsculo.
Também acho lindo e li todos eles consecutivamente.. Amei.
Odiei o Jacob na primeira vez que li,
só fui gostar dele na segunda vez que li.
Gosto de ler seu blog,
nem sempre comento,
mas semopre leio.
bjos, Iana.

Cida Gama said...

Sem dúvida, um testemunho tremendo e muito edificante!!

Observei o tipo de pessoas deste congresso e pensei "Uau que ousadia! O que o amor de Deus não faz nas pessoas/através das pessoas!?"

Pensei o quanto eu sou egoísta e covarde, pois tenho vivido tantas "experiências amorosas" com o "Pai" e não tenho compartilhado...

Isso me faz questionar, pois não sei até que ponto sou capaz de ir por amor a ele, me sinto tão "incapaz" diante da grandeza do amor de Deus.

Me lembro de uma frase que eu li aqui em um comentário, "Deus quer que sejamos ponte, não ilha."

Me sinto assim, uma ilha... bem deserta!!

Marcelão said...

Hoje o Davizinho faz 4 meses de vida e eu me deparo com esse post logo que chego no escritório. Puts1 Valeu, Iana. Tá vendo como abandonar o blog não tem nada a ver. Estou doido pra chegar a hora do almoço e abraçá-lo bem forte.

Dois errinhos na tradução que vale a pena corrigir. Na verdade, ela diz:

“Eu CAIO de forma graciosa algumas vezes e... bem desengonçada outras vezes” 0:44 da parte 2
“Vocês foram feitos para a grandeza, DEIXEM A POLÍTICA DE LADO” 4:23 da parte 2

Tem outros mas não comprometem a mensagem.

Lindo o testemunho da Gianna Jessen, vou ‘reblogar’.

Eu sou pró-vida.

Aline said...

que lindo! que argumentos!
só Deus mesmo!

Leila said...

amei o vídeo, Iana... ainda bem que vc voltou rapidinho para postá-lo... que Deus te abençoe, querida!
um beijo, Leila

~kamila~ said...

Quero ter tamanha ousadia...

Marcelão said...

EU TRUCO ESSA SUA PAUSA d DO BLOG! TRUCO 6!!!!! HAHAHAHA

Tenho absoluta certeza q vc não vai aguentar ficar longe do blog.

TRUCO!

aline Motta said...

É incrível como eu sou "viciada" em ler o seu blog. Mesmo sabendo que vc "vai dar um tempo", todo dia eu tenho que visitar o i-relevante pra saber se vc já voltou... hehe

Parabéns por saber escrever de uma forma que atrai a atenção das pessoas.

Thaty Nogueira said...

Kramba, que testemunho!!!
Guardei a frase:
"É melhor ser legal comigo pq meu Pai governa o mundo."
Muito bom seu blog... sempre aprendo e me surpreendo!
bjos

gilmara19 said...

Olá!

Tem tempos que não passo por aqui, tanto que tomei um susto ao saber que vai ficar um tempo sem postar, bom não sei o motivo mais acredito que você tem os seus.
Agora vou te falar uma coisa, fiquei chateada com o que aconteceu com o post abaixo, mais não surpresa por que nós cristãos atentamos para as montanhas e nos esquecemos das pequenas pedras. Fazemos grandes escândalos com coisas aparentemente grandes e ignoramos as que realmente precisam de atenção. Eu devo dizer que gosto muito de passar por aqui e aprendi valorizar a vocês ministros que tem certa "fama" não sei se é essa a palavra por que da mesma forma que Deus dá a vocês a mala cheia de talentos e apetrechos vêm também o peso dela que no caso é para poucos (não sei se lembra dessa palavra do ultimo congresso do DT) isso falou muito comigo. Infelizmente as pessoas acham que só por você ter um determinado rótulo que elas mesmas criaram não pode fazer mais nada. Não lê nada alem da bíblia não que não seja o melhor livro mais podemos aprender com coisas que julgamos "alheias", não ouve outro CD a não ser os de "adoração", não fala de outras coisas a não ser de Deus, enfim não é religioso. Por que mais que no falar são suas atitudes que devem testemunhar a respeito de Cristo. Eu já sofri muitas afrontas na igreja por que leio outras coisas, falo de outras coisas mais sabe o engraçado é que muitas vezes aprendo mais com essas coisas que aparentemente parecem ser sem valor do que essas que nem precisamos raciocinar.
Tem um cara até aqui mesmo em seu blog que disse que os crentes esquecem de usar o cérebro... É uma expressão forte mais verdadeira. Quando escolhemos viver em Deus vamos enxergá-lo em todas as coisas, se temos que ficar o tempo todo só cercado de coisas evangélicas significa que não temos certeza da fé em Cristo que ele é real se qualquer coisa nos tira do foco, então não é você que está errada mais é aqueles que se sentem incomodados com a possibilidade de haver confusão na mente quando se lê ou vê outra coisa que precisam parar e analisar o que realmente se passa, pois, quando temos certeza de algo não é ler um livro ou ver um filme que vai roubar sua fé e certeza de que Cristo é o único Deus. É tipo você ter que ficar o tempo todo cercada pelo Fred por que se não pode ser atraída por outra pessoa, se você o ama e tem a convicção que ele é a pessoa que escolheu para passar a vida toda pode até vir uns querendo te confundir mais no fim “o Fred ganha”rsrs . È claro temos que ser vigilantes para que essas coisas não tomem lugar em nosso coração, mais o que tem de mais em saber, conhecer outras coisas é irônico mais nós "crentes" vivemos enfiando religião a guela abaixo das pessoas queremos que venham em nossas reuniões, ouçam e vejam o que ouvimos e vemos, queremos que nossas opiniões sejam sempre as melhores mais não damos o exemplo a elas por que nossos preceitos vem primeiro.
Sabe quando eu não te adi miraria tanto? Quando você não for você mesma só pelos rótulos que te foram impostos, se você fosse fingida se suas ações não tivessem coerência com as coisas que diz se nunca admitisse seus erros, não fosse sincera quanto a pessoa Iana Coimbra não que precise ser ou prestar conta, o único a quem deve satisfação é Deus e seus pais e a quem ama se achar necessário e olha que são poucas as vezes que eles nos impõem isso. Mais sabe Iana é mais fácil ver a montanha na sua frente do que a pedra que me faz tropeçar.
Espero de todo coração que você não deixe de postar aqui, não deixe que o diabo ou a ignorância das pessoas que acham que sabe de mais que na verdade ainda estão no leitinho quente com mel cale a voz que chega onde esses não poderiam chegar com seus rótulos, com certeza pessoas que não conhecem a Deus vêem em sua vida algo diferente que uma multidão ai fora diz que tem mais nem sabem o que é. Critica e afronta era o que mais Jesus teve que lidar até que foi crucificado para a liberdade de um ladrão. Deus te escolheu por que sabe de seu caráter, sabe que não é uma pessoa influenciada com mais tem firmeza e personalidade. Deus não está à procura de fantoches ele quer pessoas que se expresse que tenha opinião, que entenda das coisas alheias, pois ele não veio habitar no meio dos sãos mais sim do doente, Deus tem táticas Iana e você sabe disso por isso a igreja carece de pessoas diferentes que fala a mesma essência mais de forma diferente para alcançar as diversas culturas e formas lá fora! Você é uma dessas vozes Iana com certeza sua paixão por leitura e forma de interpretá-las não é em vão Deus colocou essa peça em sua bagagem por que tem um propósito para isso, sua personalidade, conflitos, pensamento todos estão ai por que precisam estar. Não é babação de ovo não por que não ganho nada te defendendo nem sei se vai ler isso ai mais a bíblia diz que devemos dar honra a quem merece honra e eu reconheço em você uma pessoa que tem defeitos claro ainda bem se não ficaria muito deprimida em descobrir que só eu cometo erros, tem sonhos, mal humor, alegrias, tristezas, família, vida social enfim e em todas essas áreas que vejo em você o pouco que a conheço que é uma pessoa de Deus que não se esconde atrás do nome de um ministério mais é verdadeira posso até estar enganada ao seu respeito mais isso não interessa.
Aprendi a admirar você mesmo sem nem saber seu nome completo por ser simplesmente você......

Um grande abraço desculpa o testamento perdi minha hora de almoço escrevendo isso...rsrsrsrsr

Mais uma coisa se for possível nem coloca isso ai no blog pra evitar mais polemicas deixa pra lá o que passou, não tenho interesse em ficar te defendendo nem te bajulando por que vc não precisa disso... é o que e é isso ai ...que bom... era só mesmo por que por um motivo sem explicação me deu vontade de falar isso com vc, ficarei muito feliz em saber que entre esse mundo de palavra alguma fale algo a vc.

Fica com Deus!!!!!

*Nán!nh@* said...

Vou sentir falta dos teus posts... Espero que volte logo! Ah, ainda não consegui assistir os vídeos (bloqueados...), mas assim que puder, assista ao filme Bella. Você vai gostar muito, porque retrata bem essa "escolha".
Sou totalmente contra aborto, não somente por ser um ato cruel, mas porque eu quase não nasci. Ainda bem que minha mãe tomou a decisão correta. =)

Paulo said...

Ei Iana... Como estão as coisas?
Fui na igreja no encontro hj e ninguem apareceu lá, mas ta bom... Sexta feira a gente se vê na igreja se precisar me liga! Abraços! Deus abençoe sempre!

Anonymous said...

Ola Iana tudo na paz? Espero que esteja.
Estava olhando hoje o set do DT e vê que Ana vai gravar o primeiro cd solo, isto significa que nas ministrações vcs não dançaram mais?
Pergunto isso pq as vejo como benção na minha vida, mais creio que este novo cd é, com certeza, da direção de Deus para algum novo na vida de Ana.
Um abraço.

Daniel Oliveira said...

Adorei os vídeos, muito edificante.

By the way, fui indicado para o selo carpe diem. E como regra eu devo indicar mais 10 blog's para recebê-lo também. Indiquei o seu blog por gostar dele =D

Quase não comento aqui, mas sempre que posso estou visitando o blog.

Depois passa lá no meu blog pra pegar o selo ^^

Beijão

Ana Cláudia said...

Engraçado como ganhei tanta atenção neste espaço. Se vc se permite se expor, tem sim que "aguentar" todo tipo de comentário, às vezes leio e gosto, às vezes leio e não gosto. Por que não me expressar qdo não gosto? Engraçado como a gente é "obrigada" a apenas escrever o que agrada. Vc deu muito mais atenção a mim, que não "gostei" de vc, do que aos que ficam aí te defendendo como se vc não conseguisse fazer por si mesma. Acho sim ridículo esses chatonildos de plantão. Se quer liberdade, sem ouvir só o que quer ouvir, escreva uma diário e o guarde na sua gaveta. (Não precisa publicar, isso é pra vc)

Juliana said...

Oi Iana!
Li seu comentario e corri aqui pra ver seu post... fiquei com medinho de ler o resto do texto quando li que voce ja terminou a serie, (odeio spoilers) mas sua escrita me cativou e fui ate o fim. =) Terminei o livro hoje e to morrendo de vontade de correr e comprar New Moon. Viciante. Eu sabia que ouviria criticas relacionadas a religiao, por isso o desabafo no meu post de cara. Alias, hoje em dia, onde eh que NAO existe conotacao com o demonio? Acho que as pessoas se preocupam muito com o que o mal representa e esquecem de se focar nas coisas boas, no fazer o bem. E sinceramente, livros que te fazem refletir (pelo menos no meu caso) sobre a forca de um verdadeiro amor, believe me, nao estao na minha lista de "coisas do mal". rs

Beijo!

Vanessa Trotta said...

Amiga, não faz isso! Não para com teu blog!
Depois vc me conta direito o que aconteceu, estava olhando aqui quanta polêmica tem causado... Puxa, precisamos encontrar, estou com tanta saudade!
Detalhe: sabe o que mais gosto em vc? É que vc não se rotula, apenas vive a sua fé!
Força aí e volta com o i-relevante!
Um abraço!

Marina said...

Ei Iana...

Belo testemunho. Fui abençoada, chorei, sorri e passei pra frente!

Aki, I think you'll enjoy this video:
Pretty amazing for a 2 day rehearsal!

http://www.youtube.com/watch?v=7EYAUazLI9k&feature=player_embedded

Com Deus.

Drielle said...

aff, cada um que aparece... pensando bem Iana, se for por causa desse tipo de gente acho melhor você dar um tempo no blog mesmo!!! :)

Angel said...

Passando para saber se esta tudo bem com vc! Tempos que nao nos falamos,ne?
bjoo

Adriany Teixeira de Araújo said...

Voltaaa estamos com saudades dos seus posts rs
beijos

Ana Cláudia said...

Oi Iana, olha eu aqui de novo! Agora não mais "deselegante" como vc disse antes. Sei lá, às vezes eu tenho esses surtos psicóticos. Mas já comentei coisas 'legais' antes tbm. Mas, deixa pra lá. Tá, vou falar, é difícil pedir desculpas até virtualmente, credo! Já pedi. Andei meditando um pouco e fui 'incomodada' a te pedir desculpas. Na verdade, não tinha nenhum motivo concreto pra falar o que falei. Li, um dia desses, que "a gente nunca sabe a "barra" que outro tá enfrentando, então eu não preciso, fazer a vida dele ser mais difícil'. É mais ou menos isso. Então tá, falei e tá falado. Agora é aguentar os comentários 'deselegantes' sobre mim.

Pessoal said...

Antes d falar do q s trata quero pedir desculpa d antemão caso vc venha se aborrecer por esta um pouco fora do ar ou ate por pensar q n pode mim ajuda.
No percorre deste tempo q tenho acompanhado vc e o DT tenho visto a mão d DEus na vida da cada integrante do grupo,e poderia ate escrever para outra pessoa + a única q sei como ter acesso é vc.
Não sei como vc conseguiu e como a isa consegue conciliar tantas coisas, pois vê um dia desses no set do DT q a Isa é cheia de afazeres e ainda assim esta disponível para o Senhor.
Então pq estou falando tudo isso, pq preciso d alguns conselhos e acho q vc pode mim ajudar. Pois n conheço ninguém com tal experiência.
Tenho cursado uma facu e muitas vezes mim pego sem estimulo p estudar, mesmo sabendo q é necessário s dedicar + acho q n faço o bastante. Às vezes mim sinto lotada d coisas para fazer e acabo desistindo.
Sei q vc é jornalista e a vejo como exemplo d uma ótima profissional e vejo isto pelo o q vc escreve e outras coisas q tb estão ligada a sua profissão.
Por favor, o q posso fazer p/ mudar em relação ao meu curso q por sinal gosto muito + por ser um pouco puxado quero às vezes desistir.
Obrigada pela atenção.
Se vc não postar lhe entendo, pois seu blog não esta relacionado com os problemas pessoais das pessoas, mais só lhe perguntei por crê que Deus falará comigo através de vc.

Jully said...

Oii
Iana
graça e paz
que tremeendo
vaai pros meus videos favoriitos
bjoOOo
ficaa na paz

Jully said...

Oii
rsrsrs viim deixaar outro post pq no outro eu nao falei tudo o q eu queriaa**
Deus faz como Ele quer!! eu amo o meu Deus ,Ele é maravilhoso!!!
lindo esse testemunho **
Glórias seja dadas ao Rei dos reis

vc pode ficaar sem postar ,ms se aparecer outra testemunho tremendo assim vc voltaa tah?
rsrsrs
bjOOOoo

Marina said...

Para quem servir...

Um pastor pregava sobre nossas atitudes e julgamentos para com os próximos.

Havia um homem na estação de metrô, NY, e seus 3 filhos pequenos, não paravam de pertubar aquelas pessoas ao redor, falando mto alto, brigando, enfim, crianças agitadas... e estavam "enchendo a paciência do povo. " Mas seu pai, não fazia absolutamente nada!

Esse pastor, vendo a situação chegou a ele, um pouco sem graça e com compaixão dizendo: "Me desculpa senhor, mas as suas crianças estão mto agitadas, as pessoas estão se sentindo encomodadas."

Levou um choque quando o pai respondeu com um ar de assustado:
"ah! eh.. me desculpa, eu deveria estar olhando eles, mas é que acabamos de voltar do hospital, onde a mãe deles faleceu, e não sei como me reagir, acho q eles tbm não sabem."

À partir daquele momento, as atitudes e olhares das pessoas mudaram com as crianças. Antes quem se sentia pertubado, seus corações encheram de compaixão. Trataram as crianças melhor, tentaram conversar com elas, os mal olhares tornaram se em lágrimas.

Porque mtas vezes, nossas atitudes só melhoram depois q sabemos da situação. Mas nunca tentamos ser mais compreensivos sem saber oq realmente está acontecendo.

Não devemos esperar saber da notícia, para tratar seu irmão bem.

Só isso.

____

Iana, num tem jeito, é automático vir aqui. Mesmo sabendo q tá parado.
Tudo de bom pra vc!
Q Deus te abençoe.

Marina

Rachell said...

Vixe, acho que descobri seu blog tarde demais... Vc tah tirando férias dele ou algo assim né? Rsrs... Não vi o último video nem nada, mas gostaria de comentar que vc é brilhante! Defende com maestria seu ponto de vista, e faz questão de contribuir de maneira significativa na ruptura de conceitos ultrapassados que tantoooo são carregados por mutos de nós - cristãos.
Um bom exemplo é o seu gosto pela leitura - CREPÚSCULO - e por musicais - MAMMA MIA. Infelizmente, as pessoas fazem uma associação tortuosa de que ser cristão é ser alheio ao mundo em volta. AINDA BEM QUE ENCONTREI ALGUÉM QUE PENSA DE MANEIRA SENSATA como eu! rsrsrsrsrs..

Fica na paz... Continue escrevendo, não nos prive de suas ideias geniais e abençoadas...

Abraços.

Diferente igual a todo mundo... said...

caramba...q vídeo!! fiquei sem fôlego...alguma coisa boa o Bush fez de bom.Graças a Deus.
agora mudando de assunto,vc foi professora de uma amiga minha,a Ynglety,ela fala muito bem de vc!
belo blog!

um beijo,

Fernanda

Renata Lopes said...

Eiiii, na minha busca por blogs legais encontrei o seu, e se vale um mimo: é daqueles que podemos acompanhar as postagens mais antigas, que são sempre legais!

Vou passar a acompanhar

beijo: Rê!

Giovanna Borgh said...

Ei, fui no blog da Ju (Para ler Depois)e assim que li seu comentário fiquei interessada sobre sua percepção de "Crepúsculo" pq eu assisti o filme neste fim de semana depois que ela tinha elogiado e tal, mas sem nenhuma boa expectativa, achava que era um bom filme adolescente e estes não costumam me agradar por inteiro.

Porém, logo depois do começo chato, quando o efeito antagonista acontece, eu me envolvi completamente!
Até escrevi pra Ju que "me senti uma teenager apaixonada por um vampiro galã!" rs

Achei o contexto ótimo, a edição artística ótima, atores, arte completa, tudo muito conceitual e bom!
Os adolescentes estão bem servidos! E realmente não há nada de mais em ser um pouco crescido e gostar também!
Mas ainda acho que é filme de mulherzinha, romântico demais...rs
Os homens ficam com as cenas de ação e aventura.

Peguei o e-book porque não vou aguentar esperar o próximo filme! argghhh

Ah e sobre os milhares de comentários teimosos , só uma coisa, Senhor dos Anéis é tão alucinante como um monte de vampiros, tudo depende do contexto em que eles estão. Depois vou escrever no meu blog uma resenha sobre a história, um ponto de vista que desenvolvi bem interessante...rs


abraços!

ah! acho que um dia chega o momento que eu vou conversar com vc em uma padaria...rs

vou orar por sabedoria... Afinal até vampiros unem as pessoas ;)

Iana Coimbra said...

Pessoal,

Tô quase voltando para o blog. Agradeço todos os comentários lindos, carinhosos e cheios de afeto. Recebo cada um como um abraço bem gostoso.

Em breve eu volto. ;)